Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SEGUE NA CNN BRASIL

Parentesco com chefona do Jornalismo barra ida de Gabriela Prioli para a Band

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Gabriela Prioli na bancada do programa O Grande Debate, da CNN Brasil

Gabriela Prioli no programa O Grande Debate, da CNN Brasil; negociações com Band não deram certo

GABRIEL PERLINE

Publicado em 3/4/2020 - 5h49

O namoro entre Gabriela Prioli e a Band foi intenso e sincero, porém muito curto. A contratação da advogada, que virou febre nas redes sociais por conta de seus comentários na CNN Brasil, foi barrada pelo departamento de Recursos Humanos. Motivo: sua prima ocupa o cargo de chefe de redação do Jornalismo da emissora.

Gabriela Prioli é prima de Andressa Guaraná, que trabalha na emissora há mais de 13 anos e eventualmente aparece na apresentação da previsão do tempo de alguns telejornais. Embora não sejam tão próximas, o parentesco entre a advogada e a jornalista virou assunto na redação desde que a ex-comentarista do quadro O Grande Debate, da CNN Brasil, passou a viralizar nas redes sociais.

De acordo com as regras aplicadas ao setor de Jornalismo, é proibida a contratação de parentes de funcionários para atuar na mesma área para evitar a prática do nepotismo, algo comum em muitas empresas de comunicação. Por esta razão, Prioli não poderia atuar na emissora de TV.

O impedimento, no entanto, não está aplicado a outros veículos do Grupo Bandeirantes. Ela poderia trabalhar em uma das emissoras de rádio ou canais da TV a cabo. A Rádio Bandeirantes foi o melhor caminho encontrado, mas o cachê da advogada era alto demais para que a negociação tivesse continuidade.

Por essa razão, Gabriela voltou a tratar a CNN Brasil como prioridade e aceitou manter seu contrato com o canal de notícias, inaugurado em 15 de março. 

Com status de estrela, ela impôs suas condições para seguir na CNN. A principal delas era não integrar mais o quadro O Grande Debate. Ela se incomodou com as cortadas e provocações do apresentador Reinaldo Gottino, que se excedeu em suas palavras e ultrapassou a função de mediador, interrompendo e tentando encontrar maneiras de colocar Gabriela em contradição.

Outro ponto colocado pela advogada foi o fato de não querer trabalhar de manhã. Antes mesmo do canal entrar no ar, ela já havia recebido a promessa de que sua vontade seria atendida, mas se frustrou quando a CNN colocou o quadro de debates para ir ao ar diariamente às 7h. Namorada de um DJ, ela deixou de acompanhar o parceiro nas festas e eventos em que se apresentava por conta do trabalho.

Agora, o canal de notícias lhe prometeu um novo programa, em horário nobre. O martelo ainda não foi batido e o contrato tampouco foi renegociado, mas fato é que Gabriela Prioli seguirá na CNN Brasil. A nova atração, ainda em desenvolvimento, é tratada com absoluto sigilo. E também com pressa. O canal quer recolocar a advogada no ar o quanto antes.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?