Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO REINO UNIDO

Casal que fez história na Dança dos Famosos deixa competição por Covid-19

Divulgação/BBC

A lutadora Nicola Adams e a dançarina Katya Jones posam no cenário do Strictly Come Dancing

A lutadora Nicola Adams e a dançarina Katya Jones: fim da competição após diagnóstico de Covid-19

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 12/11/2020 - 14h32
Atualizado em 12/11/2020 - 15h20

Não é só no Brasil que, apesar de todos os esforços dos produtores, participantes da Dança dos Famosos têm testado positivo para a Covid-19. Depois de Felipe Titto deixar a competição no último domingo (8) e forçar a produção do Domingão do Faustão a mudar o cronograma, nesta quinta (12) foi a vez de uma dupla do Strictly Come Dancing, formato britânico que tem muito em comum com o quadro brasileiro, ser afetada pela pandemia.

A rede BBC informou na conta oficial do Strictly que a boxeadora Nicola Adams não voltará para a disputa neste fim de semana. O curioso é que ela está saudável; quem testou positivo foi sua professora, Katya Jones. As duas fizeram história como o primeiro casal formado por pessoas do mesmo sexo no reality do Reino Unido.

"Estou muito triste que a minha jornada no Strictly chegou ao fim tão cedo. Eu tinha muito mais a oferecer e tantas pessoas torcendo por mim! Mas eu queria agradecer Katya por ser a melhor parceira que alguém poderia desejar. Ela me tirou da zona de conforto, e a experiência foi incrível", declarou Nicola em nota oficial divulgada à imprensa.

"Fico desolada de sair da competição, e é muito frustrante. Mas, em um período tão único que estamos vivendo, as medidas contra a Covid-19 estão aí para a nossa segurança, e eu vou fazer o que for possível para ajudar. Vou passar os próximos 14 dias em isolamento e peço desculpa com antecedência pela quantidade ridícula de TikToks que postarei, agora que tenho muito tempo livre", continuou a bem-humorada lutadora.

Katya lamentou que sua saúde tenha provocado a eliminação da famosa --em temporadas "normais", a professora seria substituída por outro dançarino. "Dançar com Nicola foi uma grande inspiração. Ela deu o seu melhor toda semana, e nós estávamos animadas para criar mais danças. Claro, fico devastada de deixar dessa maneira, mas ganhei uma amiga para a vida toda e amei cada momento dessa jornada especial", valorizou a bailarina.

O elenco do Strictly tem feitos testes frequentes para detectar possíveis contatos com o novo coronavírus. Segundo a BBC, todos estão saudáveis e o programa continuará normalmente.

Nicola e Katya estão fazendo história na versão britânica do formato, mas outros casais com pessoas do mesmo sexo já passaram pela franquia mundial. Na Austrália, em 2019, a drag queen Courtney Act dançou com Joshua Keefe, e em algumas semanas apareceu com seu visual desmontado. E, na Dinamarca, Jakob Fauerby e Silas Holst venceram a competição.

No Brasil, tanto na Dança das Famosos quanto no Dancing Brasil, reality show da Record, todos os casais da história foram formados por pessoas de gêneros diferentes.

Confira uma das danças de Nicola e Katya no Strictly Come Dancing:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do início do BBB21?