Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MARIA DO CÉU MORAES

Mãe de Gugu revela pressentimento em último encontro com o filho

REPRODUÇÃO/RECORD

Maria do Céu Moraes com uma roupa azul e uma corrente de ouro em entrevista ao Domingo Espetacular

Maria do Céu Moraes relembra o último encontro com o filho no Domingo Espetacular deste domingo (22)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 22/11/2020 - 20h27

Aos 90 anos, Maria do Céu Moraes revelou que teve um pressentimento em seu último encontro com o filho Gugu Liberato (1959-2019). Após três horas juntos, ela não deixou o apresentador se despedir sem pedir por um segundo beijo. "Nunca aconteceu isso. Parecia que havia alguma coisa", explicou a senhora.

Ela conversou com o Domingo Espetacular neste domingo (22) sobre o primeiro ano da morte do comunicador. "Ele sempre quis que eu estivesse ao lado dele. Às vezes eu não acredito que ele não está aqui. Todos os dias eu vou ali naquele altarzinho. Rezo e choro. São muitas saudades", confidenciou a anciã, que recebeu a reportagem da atração em sua casa em São Paulo.

O artista passou mais tempo do que de costume ao lado de Maria do Céu antes de embarcar para os Estados Unidos. Ele morava em Orlando, na Flórida, com o filho João Augusto, de 19 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 16.

"Ele foi lá para o meu quarto, ficamos umas três horas juntos. Me deu um beijo e um tchau. Ele já estava saindo quando eu chamei de novo. Vem cá que eu quero te dar um beijinho", rememorou a matriarca.

Eduardo Ribeiro também bateu um papo com os herdeiros, que vieram ao Brasil para lançar o projeto Gugu Vive. A organização pretende incentivar as pessoas a serem doadores de órgãos, como o apresentador --após constatada a morte cerebral, ele ajudou a salvar cerca de 50 pessoas com o gesto de solidariedade.

"O fato da gente realizar um desejo dele é um modo de deixá-lo orgulhoso", disse João Augusto, apoiado pelas irmãos. "Eu sinto que ele está alegre com a gente lá em cima", complementou Marina.

O rapaz não segurou as lágrimas ao relembrar o enterro do pai, que levou uma multidão às ruas da capital paulista. "Eu subi no carro dos bombeiros porque queria ver as pessoas, ficar perto delas. De um jeito ou de outro, elas estavam sentindo o mesmo que eu estava sentindo", justificou.

Os três contaram o seu último encontro com Gugu. "Ele bateu na porta do meu quarto e pediu um beijo. Eu dei um abraço muito forte", confessou Sofia. "Eu também estava fazendo lição, dei um beijo e falei que o amava muito", emendou Marina.

"Eu abracei ele bastante tempo. Eu ainda perguntei se a gente ia fazer alguma coisa juntos de noite antes de subir para o meu quarto. Aquele jantar [em família] não aconteceu", lamentou João Augusto.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?