Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ESTREIA HOJE

Invicto há cinco anos, Michel Teló busca cantores que o façam chorar no The Voice

FOTOS: VICTOR POLLAK/TV GLOBO

Michel Teló vestindo um terno xadrez e sorrindo

Michel Teló no cenário do The Voice Brasil; cantor sertanejo busca nova vitória no reality musical

Invicto há cinco anos no The Voice Brasil, Michel Teló entregou seu segredo para montar um time vencedor no reality da Globo: selecionar cantores que façam a audiência ir às lágrimas. E quando ele também fica com os olhos marejados nas audições às cegas, entende a reação involuntária de seu corpo como um sinal para lutar por aquele candidato. O sertanejo voltará a usar essa tática a partir desta quinta-feira (15), na estreia da nova temporada da competição.

"Eu sempre busco a emoção, o arrepio, a voz que embarga a nossa garganta e enche nossos olhos de lágrimas. E acho que, junto com isso, avaliar a parte técnica é automático. Procuro montar um time forte, com candidatos que eu vejo que posso somar na carreira e ajudar de alguma maneira", declarou.

A novidade na nona temporada do reality show é o retorno de Carlinhos Brown, que esteve desde a primeira edição, mas se ausentou no último ano por conta da chegada de Iza ao time de técnicos. Desta vez, quem deixou o elenco foi Ivete Sangalo, que ficou apenas três anos no júri.

Acostumado a levantar a plateia com o seu "ajayô", grito que virou bordão no reality, o baiano não terá os colegas de auditório ao redor por conta das medidas de segurança adotadas em decorrência da pandemia. Mesmo com as limitações, ele afirma que o programa tem a função social de levar música para os lares dos milhões de brasileiros que não têm internet em suas casas e acabaram privados do boom das lives.

Técnicos no cenário do The Voice Brasil

"A internet ainda não alcança todos os lares brasileiros, como faz a televisão. A importância de um programa como o The Voice Brasil estar no ar nesse momento é também para que a música faça seu papel de cura, de aproximação familiar, de aproximação social. As músicas trazem, muitas vezes, as mensagens que queremos dizer ao outro, nos faz sorrir com aquilo, abraçar... Então é para isso que estamos ali, dando o nosso melhor: para que as pessoas possam desfrutar bem desse nosso trabalho", comentou.

Em seu segundo ano na competição, Iza se coloca no lugar dos candidatos que passam pelo palco e lembra do início de sua carreira e as dificuldades que enfrentou para provar sua arte.

"O The Voice Brasil é um programa que se propõe a realizar sonhos e que me faz revisitar o início da minha carreira, que é muito recente. E também é um programa que se propõe a mostrar quanta gente linda a gente tem espalhada pelo Brasil. A intenção do programa é muito especial e fazer parte disso me faz me sentir muito especial também", disse.

Único jurado presente em todas as temporadas, Lulu Santos até hoje só conseguiu vencer uma única edição com seu time, mas não incita a rivalidade entre os demais técnicos. Para ele, uma das missões dessa edição do reality show é ajudar a saúde mental dos telespectadores.

"Entretenimento tem sido fundamental para a saúde psicológica de todos nós. A quantidade de gente que assistiu às lives o demonstra. Nossa missão é a mesma: descobrir o caminho da felicidade dos candidatos, do público e a nossa própria", avaliou.

A nona temporada do The Voice Brasil estreia hoje na Globo, logo após A Força do Querer, com transmissão simultânea pelo Globoplay.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?