Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SAIA JUSTA

Guga Chacra revela encontro bizarro com vice-presidente pelado em vestiário

REPRODUÇÃO/GNT

Guga Chacra em entrevista para o Que História É Essa, Porchat?, do GNT

Guga Chacra em entrevista para o Que História É Essa, Porchat?, do GNT; jornalista encarou saia-justa na Argentina

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 25/11/2020 - 0h29

Anos antes de ser o principal comentarista de política internacional da Globo, Guga Chacra foi correspondente da Folha de S. Paulo na Argentina, no início dos anos 2000. E foi lá que ele teve um encontro bizarro com o então vice-presidente do país, Carlos Chacho Alvarez, no vestiário de um clube. O curioso é que o político estava completamente pelado e o brasileiro não sabia se pedia uma entrevista exclusiva ou se puxava um papo aleatório. Uma saia-justa.

Em entrevista para o Que História É Essa, Porchat?, do GNT, de terça-feira (24), Chacra entregou o momento mais inusitado de sua carreira. Por ironia, a situação não exigiu seus conhecimentos como especialista em assuntos sobre o Oriente Médio.

"Era um momento que o vice-presidente da Argentina ameaçava renunciar ao cargo. Ele tinha brigado com o presidente [Fernando de la Rúa, 1937-2019], era na época da crise econômica argentina", relembrou.

Diante do impasse no governo, o jornalista foi requisitado para apurar a história da renúncia e deveria ir até a porta da residência do político em Buenos Aires. Antes de cumprir sua missão, no entanto, ele decidiu ir para sua aula de natação.

"Fui nadar. Aí eu saio da piscina, entro no vestiário e quem estava lá pelado e completamente nu? O vice-presidente da Argentina! Ele tinha ido jogar tênis. Mas era um vestiário de clube, uma coisa surreal em que você fica vendo os homens pelados", detalhou.

"Fiquei pensando, porque na Folha de S. Paulo você tem que dar o furo de reportagem, dar antes do O Estado de S. Paulo e do O Globo. Pensei: 'Será que eu peço a entrevista para o vice-presidente pelado?' (risos). Falei: 'Não vou entrevistar, mas vou puxar papo'", relembrou o jornalista que estava, obviamente, de sunga.

Chacra então se apresentou para o político, que ficou interessado no bate-papo com alguém do Brasil. Sem saber sobre o que exatamente conversar, citou que era natural de São Paulo. "Aí falei para ele que ele tinha que conhecer o litoral do Estado de São Paulo que era muito bonito (risos). Há um preconceito dos cariocas com o litoral norte paulista (risos). É muito bonito", frisou.

"Dias depois, o Carlos Chacho renunciou ao cargo na Argentina e caiu no esquecimento", relembrou. O profissional saiu do clube sem sua entrevista, mas, ao menos, fez propaganda de suas praias preferidas.

Anos depois, o comentarista estava de férias em Juquehy, no litoral norte de São Paulo, quando avistou um rosto conhecido pelas ruas da cidade. "Quem estava com aquele shorts dos anos 1980, com barba por fazer, sem camiseta e carregando um pão? Carlos Chacho Alvarez!", relembrou aos risos.

O político realmente prestou atenção nas dicas de Chacra e foi conhecer as maravilhas das praias brasileiras, o que deixou o profissional muito satisfeito.

Veja participação de Guga Chacra no Que História É Essa, Porchat?:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do início do BBB21?