Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO A&E

Documentário sobre Ozzy Osbourne traz a verdadeira faceta do 'príncipe das trevas'

DIVULGAÇÃO/A&E

Sharon e Ozzy Osbourne no dia do casamento deles em 1982

Sharon e Ozzy Osbourne no casamento deles em 1982; ícone do heavy metal fez documentário

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 20/3/2021 - 7h05

Um incrível ser humano que aconteceu de virar artista e roqueiro famoso. É assim que o documentário As Nove Vidas de Ozzy Osbourne, que será exibido neste sábado (20) pelo canal A&E, retrata a verdadeira faceta de Ozzy Osbourne, o "príncipe das trevas" do heavy metal. É o resumo de uma vida dedicada aos palcos e ao amor. É a narração de uma carreira que, entre seus altos e baixos, definiu um capítulo da história da música.

A produção do A&E é uma ótima oportunidade para os fãs do músico de 72 anos o observarem sob um outro ponto de vista. Não somente como artista, mas como pai e figura pública. Jack Osbourne, filho do astro, é quem assina a atração, o que deixou as duas horas de documentário com um toque único --ou melhor, íntimo.

É o homenageado quem narra sua trajetória no especial, que traz depoimentos de seus herdeiros Aimee, Kelly e Jack. Sharon Osbourne, a mulher e musa inspiradora, frisa que, apesar de ser feito pela empresa da família, a Osbourne Media, o título traz a verdade como ela é.

"O jeito que Ozzy é retratado é o Ozzy. Nós não tentamos alterá-lo para o documentário, que é muito real e verdadeiro", destaca ela. "Não é nada glamourizado. É muito honesto e verdadeiro, para debater o que é bom e o que é ruim", completa o próprio protagonista ao Notícias da TV.

"É uma biografia, como se fosse uma viagem que te leva de volta às origens do meu pai quando ele era criança até os dias presentes. Tem de tudo, da época do Black Sabbath, de quando ele começa a carreira solo e quando conhece minha mãe", continua Jack, como produtor responsável.

Ozzy Osbourne com os filhos em cena de As Nove Vidas de Ozzy Osbourne, documentário do A&E

A infância pobre em Birmingham, no Reino Unido, a separação da primeira mulher, o início do grupo, a expulsão da banda e os problemas com álcool e drogas estão no documentário. Das conquistas ao fracasso. Tudo foi dividido em nove fases, que levam os títulos Pobreza e Prisão, O Nascimento do Heavy Metal, Drogas, Morte e Divórcio, Diário de um Louco, Casamento e Caos, O Pecado Definitivo, Chega de Turnê, Papai Sabe tudo e Aposentadoria.

"Para mim, ele é um sobrevivente. Ele viveu uma vida e tanto. Ele é um bom homem. Não pretende ser nada do que não é. Ele foi guiado para se tornar famoso de uma maneira que outras pessoas nessa indústria não sobreviveriam. Ozzy ainda prosperou. E, depois de tantos anos, ele ainda é relevante na indústria musical. As pessoas ainda gostam de ouvi-lo. Isso é incrível", comemora Sharon.

Reality show na TV

O astro da obscuridade conquistou fama, sucesso e fortuna em sua trajetória com o Black Sabbath. Hoje ele é uma referência na música e no mundo do espetáculo por ter se aventurado em outras vertentes, como o reality show The Osbournes (2002-2005). Antes de Keeping Up with the Kardashians, era a família do roqueiro que abria sua mansão, intimidade e rotina. A fase de celebridade da TV também está no documentário.

A aventura da família na televisão anos atrás, aliás, ajudou a deslanchar era de reality shows. Se hoje o Big Brother Brasil está em sua 21ª edição na Globo, é porque o público foi conquistado pelo gênero no passado. Em sua atração, Osbourne foi retratado em sua intimidade como o pai que diz "eu te amo" para os filhos na cozinha de casa, o marido responsável por levar o lixo para a rua e o artista que obtém inspiração do cotidiano doméstico.

Para Sharon, o formato mudou muito desde que ela se permitiu ser perseguida por câmeras em sua casa. "Tem tantos programas agora. E, se tratando de reality show de família, é como produzir qualquer outro programa de TV. Eles não filmam como nós fizemos, com câmeras 24 horas por dia nos seguindo e indo para todos os lados com a gente", observa para o Notícias da TV.

"Eles [a produção] dizem: 'Nós temos seis semanas de filmagem. Vamos fazer isso, isso e aquilo'. É tudo pré-roteirizado. Não é espontâneo. É escrito. Tem muita estrutura naquilo. Então, você não tem mais reality shows como The Osbournes ou o de Anna Nicole Smith [1967-2007], o dela foi real. Você não tem mais aquilo porque é muito caro e muitas das famílias também são bem entediantes", dispara.

História de amor

Tédio é o que os fãs de Ozzy nunca tiveram no programa de sua família ou em suas turnês. O músico rebelde já protagonizou momentos polêmicos, como a mordida em um morcego ao vivo no palco. A peripécia o levou para o hospital com injeções doloridas contra raiva dadas nas duas nádegas.

Ozzy Osbourne: mordida em morcego durante show rendeu internação e injeções nas nádegas

A fama de bad boy era uma imagem que ele cultivava como astro. A personalidade que ele conseguiu conquistar fora dos palcos foi a de um homem de família e um artista inspirador, que hoje luta contra o Parkinson.

Os discos, os prêmios, as turnês e as dezenas de êxitos não são nada para Ozzy se comparados ao seu maior triunfo, o amor. Quando questionado sobre a melhor experiência de sua vida como estrela do rock, ele não titubeia. "Ter conhecido a Sharon", responde.

"Minha família é tudo. Minha mulher e meus filhos. Amo minha família. É a razão pela qual estou aqui", completa ele. Mas e a trajetória nada conservadora? "Todos nós temos arrependimentos. Tenho muitos. Se eu mudaria alguns deles? Os arrependimentos te tornam o que você é no fim das contas. Mas não deixo eles abalarem a minha vida", finaliza o príncipe das trevas.

As Nove Vidas de Ozzy Osbourne será exibido neste sábado (20), às 23h30, no A&E. Veja o trailer: 


Leia também

Web Stories

+
De vício em games a indicação ao Emmy: Como estão os atores de A ViagemVômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguir

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?