Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PEGOU MAL

De catarrada a explosão de panela: As maiores gafes ao vivo na TV em 2020

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O cantor Dodô ficou com catarro pendurado no nariz durante chamada de vídeo no programa Encontro com Fátima Bernardes

O cantor Dodô ficou com catarro pendurado no nariz durante participação no Encontro com Fátima Bernardes

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 30/12/2020 - 6h48

2020 foi um ano atípico para os programas ao vivo, já que vários deles foram paralisados, tiveram apresentadores afastados ou foram tomados pelo noticiário sobre a pandemia. Mas isso não impediu que profissionais passassem perrengues e cometessem gafes no ar.

Na Globo, uma chamada de vídeo foi constrangedora para o cantor Dodô, do grupo de pagode Pixote. Ele participava do Encontro com Fátima Bernardes quando seu narriz escorreu demais. A apresentadora não conseguiu esconder a expressão de nojo, e a cena virou meme nas redes sociais.

Já na Gazeta, um cozinheiro passou apuros quando uma receita explodiu ao vivo e derreteu a panela com que ele trabalhava. A apresentadora Regina Volpato ficou assustada com esta aventura na cozinha do Mulheres.

Relembre essas e outras saias-justas ao vivo na TV durante 2020:

reprodução/TV Globo

Dodô e sua meleca enojaram Fátima Bernardes

Participação especial de meleca

Durante participação no Encontro em julho, o cantor Dodô chorou após ver fotos de um primo. Enquanto ele tentava secar as lágrimas, seu nariz começou a escorrer. Durante alguns segundos, o músico ficou com um catarro pendurado no nariz. Fátima Bernardes ficou constrangida e não conseguiu esconder a cara de nojo. "Opa!", soltou a apresentadora.

A imagem da meleca pendurada foi printada e virou meme rapidamente nas redes sociais. O cantor se pronunciou sobre o ocorrido com bom humor: "Aconteceu, na hora da emoção eu tava lá e foi assim. Tudo bem, aconteceu, virou manchete", falou em suas redes sociais.

reprodução/Gazeta

Explosão de panela assustou apresentadora

Explosão adocicada

Um imprevisto aconteceu na edição de 15 de outubro do Mulheres, na Gazeta. Um chef estava ensinando uma receita de pudim de café cremoso quando o açúcar que seria usado para o caramelo do doce explodiu, e o fundo da panela em que tudo estava sendo feito derreteu. A caçarola usada para a receita começou a se dissolver. "Nossa, saiu o fundo da panela. Já era", disse ele.

Regina Volpato também se assustou e ficou preocupada. "Tira daí, Marcel! Tira daí. Você vai deixar aí?", questionou ela, antes que uma outra explosão surpreendesse a dupla. "Olha o cheiro!", exclamou. Após alguns minutos para a situação ser contornada, o chef voltou a cozinhar com outra panela, e a apresentadora fez piadas com a situação.

reprodução/TV Globo

Cléber Machado arrotou no Hino Nacional

Arroto escapou

Pouco antes do início da partida entre Brasil e Venezuela na noite de 13 de novembro, Cléber Machado já estava ao vivo na transmissão da Globo quando arrotou durante a execução do Hino Nacional. A imagem não estava focada no narrador, mas seu microfone estava aberto, e ele acabou se descuidando. Machado não comentou a gafe, mas virou assunto nas redes sociais.

reprodução/Globonews e cnn Brasil

Leila Sterenberg chamou programa concorrente

Programa errado

A âncora da Globonews Leila Sterenberg cometeu um deslize e convidou os telespectadores a assistirem a um quadro da concorrência. Em outubro, a apresentadora atualizava o público sobre a eleição norte-americana quando trocou o nome do GloboNews Debate por O Grande Debate, da CNN Brasil. "A gente fala disso e de outros assuntos amanhã, no Grande Debate", afirmou. Em seguida, Leila ficou visivelmente sem graça e consertou a informação.

reprodução/band

Doria e Datena bateram boca na Band

Bate-boca

José Luiz Datena não se intimida ao vivo, e neste ano discutiu até com uma autoridade no Brasil Urgente. Em outubro, ele bateu boca com João Doria, governador de São Paulo, no programa. O apresentador recebeu o político para uma entrevista sobre a Coronavac, a vacina contra o coronavírus, e o clima esquentou após discordâncias. 

Após os dois contarem suas versões sobre a eficácia comprovada ou não da vacina, Doria disse que os casos de Covid-19 estavam em declínio em São Paulo e que Datena poderia checar isso com o apresentador do Jornal da Band.

"Não estou aqui para perguntar para jornalista! Estou aqui para perguntar para o senhor! Você não precisa me mandar perguntar para companheiro meu", esbravejou Datena. Após vários ataques entre as duas partes, o comunicador declarou que a conversa não foi esclarecedora. "Pior entrevista", detonou.

reprodução/SBT

Mara Maravilha e Lívia Andrade trocaram farpas

Patada entre colegas

A relação entre Lívia Andrade e Mara Maravilha já não era boa desde antes de 2020, mas a política foi motivo para uma desavença delas ao vivo neste ano. Em abril, quando o Fofocalizando ainda existia e tinha o quadro Tritura ou Não Tritura?, a ex-mallandrinha dava sua opinião sobre a decisão de Jair Bolsonaro de não querer exibir os resultados de seus testes para o novo coronavírus quando foi interrompida pela ex-apresentadora infantil.

Lívia não gostou nada disso e deu a patada, com ironia e deboche: "Deixa eu só terminar o meu raciocínio, obrigada". Ela finalizou seu discurso, e em seguida Mara demonstrou estar profundamente incomodada. Ela se recusou a dar sua opinião. "Prossiga, apresentadora. Já foi, obrigada", disse a baiana para Chris Flores.

reprodução/SBT

Fernanda Maia contou história falsa no SBT

Fake news

No SBT Esporte Rio, em novembro a apresentadora Fernanda Maia cometeu uma gafe ao reproduzir uma história falsa. No dia da consciência negra, ela relatou uma mentira a respeito do Fluminense.

"Era proibido ter negros jogando futebol, que era um esporte um pouco elitizado. Havia uma segregação racial tão triste, mas que acontecia. Inclusive, os jogadores do Fluminense colocavam pó de arroz no rosto para esconder a cor da pele porque os negros eram proibidos de jogar futebol", comentou a apresentadora.

A informação logo foi contestada nas redes sociais, e o Fluminense corrigiu a apresentadora e publicou um vídeo que contava a história real sobre o apelido de pó de arroz dado ao jogador Carlos Alberto, em 1914. O SBT teve de se desculpar pelo erro de sua funcionária. "No SBT Esporte Rio de hoje erramos ao falar da origem do apelido pó de arroz do Fluminense. Pedimos sinceras desculpas ao clube e seus torcedores", escreveu a emissora no Twitter.


Leia também

Web Stories

+
Lançamentos da semana têm Quem Matou Sara? e documentário de Pink; saiba maisDez anos após o fim de Smallville, veja como está o elenco da sérieDe cuidadora de cachorros a musa sertaneja: Como está Juliette fora do BBB21Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelaçãoPower Couple Brasil 5 aposta em casais polêmicos e promete barraco e confusão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você está animado para a nova temporada do No Limite?