Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PARA 2023

Com Globo fora da briga, Conmebol mira Record para negociar Libertadores

DIVULGAÇÃO/PALMEIRAS

Felipe Melo com a camisa do Palmeiras, levantando o troféu da Libertadores 2020 no Maracanã, junto com outros jogadores do clube

Palmeiras, atual campeão da Libertadores: compra do Paulista pela Record chega aos ouvidos da Conmebol

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 28/9/2021 - 15h06

A compra do Campeonato Paulista até 2025 provocou um efeito colateral interessante para a Record. A Conmebol (Confederação Sul-americana de Futebol) viu com bons olhos o investimento da emissora na grade esportiva e pretende convidá-la para a negociação do próximo ciclo da Libertadores --a partir de 2023. A briga judicial que impossibilita a Globo de entrar na disputa deixa o caminho livre para a rede de Edir Macedo melar a renovação do SBT.

Segundo fontes do Notícias da TV, a entidade máxima do futebol da América do Sul e a empresa FC Diez Media, responsável pela venda dos direitos de transmissão dos torneios da Conmebol, vão convidar a emissora paulista para o novo BID (termo em inglês usado no mercado para licitação de eventos esportivos), que tem previsão de começar ainda neste ano.

No ano passado, quando a Globo decidiu rescindir o contrato da Libertadores por causa da crise econômica, a competição mais importante do futebol no continente foi oferecida para Record e SBT. Naquele momento, porém, a emissora de Edir Macedo alegava que não desejava investir na área esportiva.

Depois de uma boa experiência com o Campeonato Carioca e ao perceber o sucesso financeiro e de audiência do futebol no SBT, a Record decidiu entrar com força no Paulistão. A proposta financeira pelo campeonato foi o dobro em relação ao que a Globo ofereceu --entre R$ 40 e 50 milhões por quatro anos de contrato. 

Para a Conmebol, a entrada da Record no negócio é ótima para a competitividade do pacote de TV aberta, o que deve elevar o valor pago pela competição, atualmente em US$ 15 milhões por ano. Apesar de o SBT ser favorito na negociação, é uma briga que interessa e muito a entidade de futebol.

Globo não pode negociar Libertadores

Com o convite para a Record participar nas negociações da Libertadores, um certo favoritismo do SBT para a renovação do contrato a partir de 2023 fica ameaçado. Sem a Globo e com ótima relação com a Conmebol, a emissora de Silvio Santos apostava em um ciclo mais tranquilo para estender o evento mais importante de seu pacote do futebol até 2026.

A Globo só vai disputar o pacote caso resolva a briga judicial com a federação, que pede uma indenização de mais de R$ 600 milhões por não ter cumprido o acordo que ia até o fim de 2022.

Uma audiência de conciliação entre os representantes de Globo e Conmebol vai acontecer em outubro na Suíça, mas a tendência é que o imbróglio siga durante mais algum tempo. Sem Globo, as chances de uma disputa concentrada em Record e SBT pela Libertadores ficam bem maiores.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Elenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreram

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas