Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TV ABERTA

Choro ao vivo, revolta e emoção: 5 vezes em que jornalistas quebraram protocolo

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Manoel Soares, Mariana Godoy e Renata Vasconcellos em transmissão de jornais ao vivo

Manoel Soares, Mariana Godoy e Renata Vasconcellos; jornalistas já quebraram protocolo ao vivo

IGRAÍNNE MARQUES

igrainne@noticiasdatv.com

Publicado em 26/6/2022 - 6h35

Jornalistas não costumam passar por cima do protocolo que os impede de dar opiniões pessoais diante de uma notícia: faz parte da profissão. Mas às vezes esse princípio acaba sendo quebrado. Manuel Soares, Mariana Godoy e até Renata Vasconcellos, que costuma ser elogiada pelo profissionalismo à frente do Jornal Nacional, já romperam essa parede em situações de grande emoção --ou estresse.

Veja abaixo cinco momentos em que os jornalistas deixaram a própria voz vir à tona durante transmissões ao vivo. 

Lívia Torres no RJ 1ª Edição

Foi o que aconteceu com Lívia Torres no último dia 21, quando a repórter entrevistou dona Janete Evaristo, uma mulher que foi às lágrimas ao desabafar sobre a fome. Nas imagens, Lívia acabou chorando com a entrevistada, sem conseguir segurar a emoção. 

"Domingo a gente não tinha nada para comer. Eu estou desempregada, está muito difícil. Eu estou catando latinha, mas não dá. Eu não tenho ajuda de muita gente, então domingo a gente não tinha mesmo nada. Está muito difícil", lamentou Janete na entrevista. 

Mais tarde, após a repercussão da reportagem, Lívia desabafou sobre o assunto no Twitter, explicando que a situação foi como um soco em seu estômago. "Dói saber quanta gente está na mesma situação, sem dignidade. Ela não tem dinheiro pra comer e também não tem um celular", explicou. 

Algumas pessoas pediram o contato da idosa para tentar ajudá-la e, mais tarde, Lívia voltou à rede social para fornecer links da ONG Anjos da Tia Stellinha, que tem colaborado com a situação de Janete e outras pessoas que estão em situação de insegurança alimentar. 

Mariana Godoy no Fala Brasil

Outra que acabou rompendo a parede da impessoalidade recentemente foi Mariana Godoy, atual âncora do Fala Brasil, da Record. A jornalista mostrou a completa indignação após o programa exibir uma reportagem sobre o caso do procurador que agrediu a própria chefe no interior de São Paulo.

Mariana lembrou que nada justifica a violência e afirmou que Demétrius Macedo, homem responsável pelas agressões, estava fora de si. "Isso é uma pessoa descontrolada, completamente fora da razão e que não pode estar em um cargo público", disse ao vivo.

"E ele é um procurador. Ele não é uma pessoa ignorante. Ele tem conhecimento", destacou Mariana, perplexa. Veja a cena completa abaixo. 

Manoel Soares no É de Casa

Em novembro de 2021, após a morte de Marília Mendonça, o É de Casa dedicou um programa à cantora. Manoel Soares, que apresenta a atração, se emocionou ao falar do acidente de avião que abreviou a vida da sertaneja e decidiu mandar um recado para dona Ruth Dias, mãe de Marília. 

"De todo o coração, da família aqui do É de Casa, o que está acontecendo com a senhora contraria a lei da natureza. A lei da natureza não é a gente enterrar os nossos filhos, é eles nos verem partir. Eu não faço ideia do que a senhora está sentindo, mas eu quero dizer que a senhora tem agora um pouquinho da sua filha no coração de cada brasileiro, desse cara que está aqui, dessas pessoas que estão apresentando", começou o apresentador. 

"Quando eu voltar para casa hoje, quando eu pegar os meus pequenos e der um beijo neles, pode ter certeza que eu vou estar mentalizando o amor que a senhora tem pela sua filha", continuou o comunicador, com lágrimas nos olhos. Veja o vídeo abaixo. 

Renata Vasconcellos e William Bonner no Jornal Nacional

Em janeiro, após contrair Covid e se manter afastada do Jornal Nacional, Renata Vasconcellos voltou à bancada da atração e contou um pouco sobre os próprios sintomas para o público. Quem começou quebrando o protocolo foi William Bonner, que decidiu instaurar uma espécie de entrevista com a colega. 

"Já ficou toda sem graça aqui porque eu estou quebrando uma norma, um hábito, porque a gente nunca fala da gente mesmo. Só que hoje é um dia em que ela está voltando, depois de se ausentar porque teve Covid", começou Bonner, que logo perguntou como foram os sintomas da parceira de bancada.

"Os sintomas variam bastante, mas, no meu caso, foi uma dor de garganta leve que durou alguns dias e essa sensação de congestionamento, mas que é diferente de uma gripe comum. Eu não senti cansaço, tive pouquíssima tosse, espirrava pouco, mas essa sensação, lá pelo quinto dia, eu me senti uma prostração, mas logo depois melhorou. Segui as ordens médicas, tomei muita água e estou aqui hoje", explicou Renata. 

Silvana Freire e Elisa Veeck na CNN

No dia 12 de junho, Dia dos Namorados, a âncora Elisa Veeck decidiu surpreender a repórter Silvana Freire ao vivo ao transformá-la em notícia. Isso porque Silvana tinha acabado de anunciar a gravidez na internet. "Só me conta uma coisa, por favor. Rede social é aberta, é pública. Como é ter um coração a mais batendo dentro de você?", questionou.

Rindo e visivelmente feliz, a repórter respondeu: "Um dia doze de junho com amor multiplicado", definiu. Mais tarde, no próprio Instagram, Silvana agradeceu o carinho da colega. "Quando achei que tinha finalizado o link e devolvi para o estúdio, Elisa Weeck, maravilhosa com toda a sua sensibilidade e delicadeza, me pegou de surpresa e deixou essa mamãe aqui feliz demais e emocionada no ar e o papai emocionado assistindo! Quebramos protocolos e até a barriguinha eu mostrei ao vivo", escreveu.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.