Escondido

Câmera Record corta imagem de Reinaldo Gottino em reportagem sobre Balanço Geral

Reprodução/Record

Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi no quadro A Hora da Venenosa, do Balanço Geral - Reprodução/Record

Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi no quadro A Hora da Venenosa, do Balanço Geral

REDAÇÃO - Publicado em 23/09/2019, às 06h48

O telespectador mais atento notou que a Record quer esquecer a saída de Reinaldo Gottino a todo custo. Após se sentir desprestigiado pela emissora e se demitir para integrar a equipe da CNN Brasil, o jornalista teve sua imagem cortada de uma reportagem sobre o Balanço Geral no Câmera Record de domingo (22), último programa que ele apresentou na antiga casa.

O vídeo falava sobre o interesse dos telespectadores pela vida das celebridades, que é a receita de sucesso do quadro A Hora da Venenosa e fez o programa comandado por Gottino bater a audiência da Globo. A edição, no entanto, usou o recurso de dividir a tela para esconder o apresentador e mostrar apenas Fabíola Reipert e Renato Lombardi na bancada.

A reportagem foi exibida na edição de 4 de maio de 2017 e noticiou que o funkeiro Jonathan Costa pediu redução de pensão paga ao filho Salvatore, fruto do relacionamento com Antônia Fontenelle.

No vídeo original, Gottino aparece ao lado de Fabíola, mas, no mesmo trecho exibido neste domingo, uma foto do ex-casal foi colocada para cobrir a imagem do jornalista. Veja a comparação:

reprodução/Record

Imagem exibida no programa de 2017 (à esq.) e Gottino encoberto por foto neste domingo


Record não digeriu a saída de Gottino

Na tentativa de reverter o vacilo que permitiu que Gottino assinasse com a CNN Brasil, a Record fez o possível para que ele voltasse atrás de sua decisão. O jornalista teve uma reunião com diretores na última quarta (18). O encontro, que durou duas horas, foi tenso. 

Os executivos chegaram a insinuar que pagariam o salário que ele quisesse. "Fala um número", teria proposto um dos presentes. O ex-titular do Balanço Geral, que deixou a Record por não se sentir valorizado como deveria, respondeu que já tinha assumido um compromisso com a CNN Brasil e que honraria a palavra. E assinou a rescisão com a emissora.

Na sexta (20), ficou claro que a emissora não digeriu a demissão e declarou guerra à CNN Brasil. Na mesma semana em que perdeu o funcionário para o canal de notícias que ainda nem inaugurou, a Record atacou o sócio investidor, o construtor Rubens Menin.

Em reportagens exibidas no Jornal da Record, na sexta-feira (20), a Record acusou a construtora MRV, principal negócio de Menin, de ser alvo de mais de 50 mil processos na Justiça de São Paulo e de levantar prédios de baixa qualidade no Paraná.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook