Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CUSTOU CARO

Boca Rosa vira persona non grata na Globo e perde programa após 'traição'

Reprodução/TV Globo

Bianca Andrade, com blusa preta e calça digna de Agostinho Carrara, faz cara de contrariada na área externa do BBB20

Bianca Andrade, a Boca Rosa, durante participação no BBB20; ela poderia ser nova estrela da Globo

DANIEL CASTRO e LUCIANO GUARALDO

Publicado em 27/7/2020 - 7h15

A "traição" de Bianca Andrade à Globo vai custar caro para a influenciadora. Além de sofrer uma ação judicial em que a emissora pede indenização de R$ 500 mil por ter sido enganada, a ex-BBB perdeu um programa que a líder de audiência desenvolvia especialmente para ela. Virou persona non grata e está proibida de aparecer nas atrações da casa. Um baque e tanto para alguém que transformou sua visibilidade em ganha-pão.

Uma fonte no alto escalão da Globo confirmou ao Notícias da TV que a emissora fazia planos para a Boca Rosa e via na blogueira de maquiagem alguém com potencial para brilhar muito mais. Algo similar ao que aconteceu com sua grande rival no confinamento, a também influencer Rafa Kalimann, que assinou novo contrato e está sendo preparada para se tornar a próxima estrela da dramaturgia.

Depois que Bianca fechou contrato para participar do Big Brother Brasil 20, a equipe da emissora começou a desenvolver uma atração para ela comandar. Seria um programa em que ela faria entrevistas (como já acontece em seu canal no YouTube), com momentos de game show. Ela ainda faria reportagens. Inicialmente, o projeto estaria disponível no Globoplay, com possibilidade de migrar para a TV.

Todo esse planejamento caiu por terra quando o Prime Video, serviço de streaming da Amazon, anunciou que Boca Rosa seria uma das comentaristas do reality de pegação Soltos em Floripa, lançado em 20 de março --quando Bianca ainda tinha um acordo de exclusividade com a Globo por causa do BBB20.

A emissora se sentiu enganada pela sister, que omitiu o fato de ter gravado o programa da concorrente antes de fechar sua participação no reality mais visto do Brasil. Por isso, protocolou uma ação na 7ª Vara Cível do Rio de Janeiro --como o Notícias da TV revelou em primeira mão na sexta-feira (24).

Nos bastidores da Globo, a "traição" da influenciadora foi encarada como um passo muito mal calculado. Na visão de diretores, a blogueira trocou um programa para chamar de seu, na maior emissora do país, por um reality no qual pouco aparece (ela e outros famosos surgem apenas para comentar a pegação dos participantes) em um serviço de streaming que não tem o mesmo alcance da Netflix ou do próprio Globoplay no Brasil.

Para piorar, cenas de sexo do Soltos em Floripa foram parar em sites pornográficos, como XVideos e PornHub, e o programa ainda virou caso de Justiça após uma figurante afirmar ter sido enganada pela produção e receber ataques de ódio na internet. Uma ação contra o Prime Video foi protocolada no Tribunal de Justiça de Santa Catarina pedindo a retirada de trechos do reality. Ter sua imagem associada a uma atração assim pode pegar muito mal para Bianca.

Quebra de contrato

A Globo só ficou sabendo que tinha sido passada para trás após a eliminação de Bianca do BBB20, em 25 de fevereiro. "Quando a ré [Bianca] ainda se encontrava obrigada a cumprir obrigações contratuais com a Globo, como a participação em programas, entrevistas, ensaios fotográficos, entre outras, a autora [Globo] teve ciência acerca de grave violação pela influencer das cláusulas contratuais de exclusividade pactuadas pelas partes", alegam os advogados da emissora.

"Com efeito, a autora tomou conhecimento de que a empresa Amazon estrearia no dia 20 de março de 2020, através da sua plataforma denominada Prime Video, o reality show Soltos em Floripa, que conta com a participação da ré como apresentadora e comentarista", continua o texto do documento judicial.

O problema é que o contrato de Bianca --assim como o de todos os confinados do BBB20-- era válido até 30 de abril. E, entre as cláusulas, havia uma de exclusividade: no período do contrato, mesmo após serem eliminados, os brothers e sisters não podem aparecer em emissora, página de internet ou mídia impressa concorrente.

Em nota, a assessoria de Bianca afirmou que ela está disposta a colaborar com a Globo para esclarecer a quebra do contrato.

"A assessoria de imprensa da apresentadora e empresária Bianca Andrade informa que todas as questões jurídicas e legais envolvendo a Rede Globo estão sendo resolvidas e que a artista está comprometida em fornecer as informações necessárias para deixar claro qualquer mal-entendido com a emissora", informou a equipe da blogueira.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?