Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

BASTIDORES

Baixa audiência e alto salário: Saiba por que o SBT demitiu Neila Medeiros

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Neila Medeiros com uma blusa marrom e o logotipo do SBT ao fundo

Neila Medeiros nos corredores do SBT; jornalista foi demitida após 12 anos na emissora

Ex-queridinha de Silvio Santos, a jornalista Neila Medeiros foi demitida do SBT na quarta-feira (16) após 12 anos na emissora. Embora ela tenha sido pega de surpresa, sua dispensa já era articulada desde meados de 2020 por conta da baixa audiência que entregava no comando do SBT Brasília e também por seu alto salário.

Bastante querida pelos profissionais da emissora, Neila já não apresentava resultados satisfatórios à frente do telejornal, exibido no horário do almoço. O SBT, que antes figurava na vice-liderança, despencou para o terceiro lugar na capital federal, e muitas vezes caía até mesmo para a quarta posição.

Com a queda acentuada, o salário de Neila começou a ser um entrave interno para Luiz Alberto Weber, que assumiu há um ano a direção de Jornalismo do SBT em Brasília. Fontes ouvidas pelo Notícias da TV afirmaram que ela era a mais bem paga do elenco, porém a que menos dava retorno.

O diretor tentou reformular o noticiário diversas vezes, implementando novos quadros, apontando novos direcionamentos, para ver se a audiência se empolgava com o noticiário conduzido pela jornalista, mas nada mudou.

Oficialmente, a emissora diz que a dispensa da profissional se deu por uma questão de reestruturação. A reportagem apurou que o substituto já foi definido, e se trata de um jornalista da concorrência e de prestígio nacional, cujo nome ainda é mantido sob sigilo.

Mudanças em curso

Contratado no primeiro semestre de 2020, Luis Alberto Weber chegou com a missão de transformar a sede de Brasília do SBT em uma plataforma relevante. Entre seus projetos está a criação do SBT News, portal de notícias que cobre os bastidores da política, e que em março foi motivo de festa por ter alcançado a marca de 1 milhão de acessos, seu recorde até o momento.

O objetivo era transformar a redação de Brasília em uma plataforma multimídia e integrada, deixando o noticiário da TV mais quente com as informações apuradas com exclusividade na web. Na época, Weber chegou a chamar Daniel Adjuto, atualmente na CNN Brasil, para reassumir um dos telejornais da casa, mas o jornalista declinou.

Sem a contratação de um nome mais forte para seu elenco, Weber teve que trabalhar com o antigo elenco. O telejornal de Neila foi o mais afetado com as mudanças editoriais, e a audiência despencou. Como nenhuma das alterações feitas após a queda conseguiram reverter o cenário, a dispensa da apresentadora se tornou inevitável.


Leia também

Web Stories

+
Sex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?