Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MISTÉRIO EM OSASCO

Após xingar gays, Sikêra Jr. de papelão some do corredor da fama da RedeTV!

REPRODUÇÃO/REDETV!

Sikêra Jr. com uma camiseta preta com estampas do Mickey e do Pato Donald, em frente a totens de papelão

Sikêra Jr. à frente de seu totem de papelão, no corredor da fama da RedeTV!; objeto sumiu do local

Em meio a uma tentativa de gerenciar a crise provocada por Sikêra Jr. para evitar um abalo à sua reputação e ao seu caixa, a RedeTV! agora enfrenta uma situação inusitada desde o início desta quinta-feira (8): lidar com o sumiço do totem de papelão do apresentador de seu corredor da fama, onde ficam as imagens dos principais artistas contratados.

A imagem havia sido colocada em posição de destaque entre os outros apresentadores de papelão, pelo fato de Sikêra registrar os maiores índices de audiência da emissora e também por ser o dono do maior salário entre todos os funcionários da área artística.

Quando viajou de Manaus a Osasco (SP) para assinar seu contrato com a emissora, em 25 de junho do ano passado, Sikêra foi recebido com festa por Marcelo de Carvalho, um dos donos da RedeTV!. Acionou a equipe de jornalismo para cobrir o evento, mandou colocar luzes especiais e até abriu uma garrafa de espumante para celebrar o momento.

notícias da tv

Totem de papelão de Sikêra desapareceu

Nessa ocasião, também foi assinado o contrato de sete anos com Sikêra Jr., um dos mais longos em vigência na TV aberta, e com salário de R$ 500 mil. Para mostrar que o apresentador estava com moral na casa, seu totem de papelão foi colocado à frente dos demais nomes, como Sonia Abrão, que representava a maior audiência da emissora em dias da semana, e do elenco do Encrenca, pratas da casa.

Mas o orgulho de ter Sikêra Jr. parece ter acabado em 28 de junho, data em que o grupo Sleeping Giants iniciou um trabalho em parceria com o roteirista Pedro HMC, ativista LGBTQ+, para abordar os anunciantes do Alerta Nacional e denunciar o comportamento homofóbico do apresentador, que três dias antes, ao vivo para todo o país, chamou os gays de "raça desgraçada".

Os prejuízos que a RedeTV! vem somando desde então são enormes. Mais de 30 empresas que anunciavam na emissora e no telejornal policial romperam seus contratos por não compactuarem com as falas do apresentador.

Além disso, os intervalos comerciais do policialesco também sofreram perdas, e foram reduzidos em 57%. Antes o espaço era disputado por empresas, e atualmente somente campanhas do Governo Federal e chamadas institucionais para outros programas da casa ocupam a área de anúncios.

A RedeTV! demorou cinco dias para se manifestar sobre as declarações homofóbicas de Sikêra Jr., e classificou como um "episódio lamentável", além de afirmar que a empresa é contra qualquer tipo de preconceito.

O sumiço do Sikêra de papelão nesta quinta-feira despertou a curiosidade dos funcionários da emissora que transitam pelo corredor da fama, localizado entre os estúdios em que são gravados os programas da casa. Até o momento, a RedeTV! não se manifestou sobre a retirada do totem de sua área nobre.

Confira a reportagem exibida pelo Leitura Dinâmica em 25 de junho de 2020, mostrando os bastidores da visita de Sikêra Jr. à RedeTV!, ocasião em que assinou seu contrato de sete anos:


Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?