Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NOVIDADE NO FUTEBOL?

Após anunciar saída de Galvão, Globo faz pesquisa sobre 'novos narradores'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Galvão Bueno na chamada para os Jogos Olímpicos, com uma camisa azul, apontando para si mesmo, em um fundo com palcos de esportes olímpicos

Após saída de Galvão Bueno, Globo faz pesquisa sobre Copa do Mundo e novos narradores

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 7/4/2022 - 19h12

A Globo abriu nos últimos dias, sem muito alarde, uma pesquisa sobre a Copa do Mundo do Catar em seu site esportivo, o GE. A emissora aproveitou a ação para questionar a sua audiência sobre possíveis novos narradores que possam ser contratados para transmitirem suas competições. O formulário já foi retirado do ar, mas o Notícias da TV teve acesso ao questionário. 

Curiosamente, a pesquisa apareceu alguns dias depois de Galvão Bueno confirmar que deixa de ter contrato fixo com a Globo após 41 anos. Seu último trabalho como narrador será entre novembro e dezembro, no Mundial do país árabe. Depois, ele pode firmar acordos pontuais para trabalhos específicos na emissora. Mas seu foco será o investimento em plataformas digitais, como TikTok, por exemplo. 

No formulário, a Globo perguntara ao leitor onde ele pretendia ver a Copa do Mundo --na TV aberta, TV fechada pelo SporTV ou no Globoplay, a plataforma de streaming do conglomerado de mídia nacional. Também foi questionado quais eram as preferências do público em relação aos profissionais. 

Uma das questões era sobre o narrador e comentarista favoritos. Em outro ponto, a surpresa: a Globo queria saber do público qual locutor ele queria ver narrando a Copa do Mundo ou qualquer outro evento de futebol na emissora. Não havia opções específicas e a resposta era livre.

Ou seja, poderia ser alguém de qualquer empresa diferente, como as concorrentes ESPN, SBT, TNT Sports, entre outros. Alguns narradores de outras empresas souberam dessa pesquisa e ficaram bastante impressionados e animados com a possibilidade de serem lembrados pela maior empresa do país.

Por fim, a Globo também fez perguntas polêmicas. No questionário, a emissora quis saber se o torcedor ou torcedora deixaria de ver uma partida se houvesse algum comentário sobre política em programa ou transmissão. A empresa também perguntou se futebol e política poderiam se misturar na cobertura esportiva. 

A coluna apurou que o questionário ficou disponível na semana passada, mas não era aberto para todo mundo que acessou o GE --apenas para alguns nomes selecionados. A Globo fez a pesquisa para ter um retorno do que realiza em transmissões. O resultado ainda é avaliado internamente. 


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.