Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO FOFOCALIZANDO

Chris Flores se revolta com mendigo Givaldo Alves: 'Virou o grande galã'

REPRODUÇÃO/SBT E REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Montagem com Chris Flores e Givaldo Alves

Chris Flores e Givaldo Alves; apresentadora do Fofocalizando detonou fama do ex-morador de rua

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 7/4/2022 - 18h51

Chris Flores se revoltou com a repercussão conquistada por Givaldo Alves, ex-pessoa em situação de rua agredida por um personal trainer. Nesta quinta-feira (7), a apresentadora do Fofocalizando (SBT) opinou sobre o caso e detonou a fama do agora influenciador digital: "Virou o grande galã".

"Ele disse que, na verdade, quando deu a entrevista, não queria divulgar [o caso], estava contando ali para a reportagem, que isso não ia ser divulgado, era só para relatar o que estava acontecendo, mas divulgaram. Aí ele virou o grande galã, o grande romântico desse país, que sabe fazer sexo como ninguém", comentou Chris, em tom de revolta, durante o vespertino.

A atração repercutia o embate entre Alves e a advogada Deolane Bezerra, que trocaram farpas nas redes sociais ao longo dos últimos dias. "Então, entendo a Deolane quando ela disse que, principalmente mulheres, aplaudirem esse tipo de coisa e se aproveitarem dessa situação para rir, escarnear com outras mulheres, uma outra mulher que está internada, é muito triste", afirmou Chris.

"O que estão fazendo com ele não é dar oportunidade, estão se aproveitando dele. Daqui a pouco, perde a graça e vão descartar novamente, a gente vai ver esse rapaz jogado na rua e ninguém olhando para ele", prosseguiu.

Ao longo da atração, a titular reclamou da opinião popular sobre o caso: "Por ele ser assim [o suposto galã], o outro merecia ser corno, o violento lá que foi tirar ele do carro. É assim que as pessoas estão lendo e estão dando muita risada disso, achando que ele é o grande romântico da história. Não tem romantismo nenhum nessa história, é triste. É machismo puro apoiar esse tipo de coisa, aplaudir".

"É muito triste o que está acontecendo, que a gente entenda que a Justiça precisa agir, que a gente não aplauda esse tipo de coisa e que as pessoas que estavam rindo, que continuam a rir, percebam o que estão fazendo, se coloquem no lugar. Pense se fosse com você, com alguém da sua família. É muito triste, eu não vou aplaudir esse tipo de coisa. Não vou aplaudir uma mulher sendo estuprada porque, sim, foi isso que aconteceu", afirmou.

"Não acho legal o que estão fazendo com ele, não. Não vou dar like nesse tipo de coisa, não vou seguir. Agora, me espanta que as pessoas estejam seguindo. Quem segue quer ver o quê? Que tipo de situação as pessoas querem ver? Você está seguindo para ajudá-lo? O que você está propondo para esse cara? Alguém pensou em oferecer um emprego formal para ele, um estudo, uma qualificação? Não!", destacou.

"Vamos vender camiseta que é mais fácil, vamos tratá-lo como bobo da corte. Daqui a pouco ele vai entrar em algum reality show, podem escrever o que estou falando, se é que já não foi convidado, para fazer participação aqui e ali. Vão tentar tirar o máximo, espremer até virar carniça. Porque é isso que a sociedade vê em uma pessoa em situação de rua. Um bando de urubus! Então, às vezes, precisa ter uma pessoa como Deolane, que tem coragem de dizer o que pensa, para colocar na sociedade", reforçou a jornalista.

Confira um trecho do posicionamento de Chris Flores:

Caso Givaldo x Personal trainer

No início de março, Givaldo Alves foi flagrado fazendo sexo em um carro com Sandra Maria, mulher do personal trainer Eduardo Alves, em Planaltina, no Distrito Federal. Em depoimento, o traído contou que a moça tem problemas psicológicos e classificou o incidente como estupro de vulnerável.

Ao se deparar com a cena, ele quebrou um dos vidros do veículo com murros e bateu em Givaldo, que alega a relação como um ato consensual. O rival de Deolane Bezerra contou que andava pela rodoviária da cidade quando foi abordado pela mulher. Ela o teria convidado para entrar em seu carro e dirigiu até um local vazio.

O caso ganhou grande repercussão pela internet, e o agredido passou a ser visto como vítima. Hoje ele mora em uma cobertura na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e possui milhares de seguidores no Instagram e no TikTok. Enquanto isso, Sandra está internada em uma clínica psiquiátrica.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.