Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NÃO TIROU O CHAPÉU

Ana Paula Renault 'tritura' Tiago Leifert no SBT: 'Ficou do lado de um pedófilo'

REPRODUÇÃO/SBT

Ana Paula Renault segura um chapéu com a mão direita e um microfone com a esquerda no palco do Programa Raul Gil

Ana Paula Renault relembrou polêmica com Tiago Leifert no Programa Raul Gil deste sábado (18)

REDAÇÃO

[email protected]

Publicado em 18/9/2021 - 16h37

Ana Paula Renault fez jus a sua passagem pelo Triturando (2020-2021) ao não tirar o chapéu para Tiago Leifert no Programa Raul Gil deste sábado (18). Ela lamentou que o apresentador tenha minimizado nas redes sociais as suas reclamações sobre o comportamento de Laércio de Moura no Big Brother Brasil 16. "Ele ficou do lado de um pedófilo", disse.

"É o seguinte, o talento dele para a televisão é inegável, tanto que se revelou no esporte e está no entretenimento comandando qualquer produto com maestria, de forma super digna. Só que, quando eu estava no BBB, aconteceu um episódio grave", pontuou a jornalista, que hoje faz parte do Fofocalizando.

"Ele ficou de um lado de um pedófilo e não me pediu desculpa até agora. Esse cara, que hoje está preso, sentava perto do banheiro para ver as mulheres tomarem banho. Eu acho que o Leifert naquela época nem imaginava que comandaria o programa", concluiu.

De saída da Globo, o comunicador teria feito uma "indireta" no Twitter em 2016 diante do incômodo da então sister sobre alguns gestos de Laércio. "É o BBB, um programa que as pessoas vão se expor. Se expor para 30 milhões pode, um cara olhando vocês surtam?", escreveu ele.

Ana Paula também não tirou o chapéu para as Kardashians e para Sônia Abrão, ao relembrar a sua interferência no caso Eloá em 2008. Ela ainda fez ressalvas a Neymar, a quem sugeriu ser mais ligado à realidade brasileira.

"Me incomoda o chamarem de menino Neymar, ele é um homem, tem que ser responsabilizado pelos seus atos. A sociedade pega leve. Eu não tenho o que falar como jogador de futebol, mas não tiro pelo seguinte: falta, não que seja uma obrigação, mais politização", resumiu.

Ela igualmente reservou críticas a Sikêra Jr., que recentemente esteve no quadro de Raul Gil e revelou sua mágoa por ter votado em Luís Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2002.

"Ele pode me responder, eu não arrego não. Sikêra é um grande apresentador, mas tem falas bastante problemáticas. A última foi sobre insultar a comunidade LGBTQIA+. Não sei se ele sabe que o Brasil mata uma pessoa LGBTQIA+ a cada 19 horas. Por isso, não tiro de forma alguma o chapéu", arrematou a mineira.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas