Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TIRE SUAS DÚVIDAS

UHD, HDR10, AD: Entenda as especificações que aparecem nas séries que você vê

EDUARDO BONJOCH/NOTÍCIAS DA TV

TV exibindo informações técnicas da série Love, Victor, do Star+

A série Love, Victor pode ser vista no Star+ em 4K Ultra HD e HDR10; mais nitidez e cores vivas

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 30/10/2021 - 6h25

Ao escolher uma série ou filme nos serviços de streaming, você já deve ter notado que, ao lado das informações gerais do título e da classificação por idade, aparecem várias especificações técnicas. Embora surjam com frequência, termos como 4K UHD, HDR10, AD, Dolby Vision e Dolby Atmos ainda causam muita confusão na cabeça do telespectador.

Há um detalhe importante. Com exceção do recurso de audiodescrição (AD), todos os demais só poderão ser aproveitados se o televisor for compatível com a tecnologia anunciada. Assim, se a sua TV não oferecer resolução 4K, também chamada de UHD (Ultra High Definition), quatro vezes superior à dos modelos Full-HD, ela não vai conseguir reproduzir o maior detalhamento nem a profundidade dos conteúdos disponíveis com esta definição.

Na Netflix, apenas assinantes do plano Premium, que custa R$ 55,90 mensais, têm acesso aos títulos em 4K com tecnologia HDR10 e Dolby Vision. Se você optou por outros planos, estas especificações nem aparecem na tela. Em todos os outros serviços, conteúdos UHD e recursos adicionais são oferecidos sem custo extra. Conheça, a seguir, todas estas tecnologias e descubra como elas podem melhorar o som e a imagem da sua série favorita.

reprodução

HBO Max tem filmes em Dolby Vision e Atmos

HDR10 e Dolby Vision

Presente em todas as TVs 4K à venda nas lojas, a tecnologia HDR10, de High Dynamic Range, deixa as cores dos filmes e das séries mais vivas e brilhantes. Netflix, Amazon, Disney+ e Apple TV+ são os serviços que têm a maior variedade de títulos com este atrativo.

A versão mais comum é chamada de HDR10. Mas já existem TVs compatíveis com o padrão HDR10+, que compete com o Dolby Vision em eficiência. Nas duas tecnologias, que podem ser encontradas nos televisores mais avançados do mercado, ajustes automáticos de brilho, cores e contraste são realizados durante o tempo todo na tela para obter imagens com maior fidelidade e nitidez a cada nova cena.

A opção Dolby Vision aparece com frequência na Netflix e em filmes da HBO Max, como Maligno, Mulher-Maravilha 1984, Liga da Justiça de Zack Snyder e Space Jam: Um Novo Legado. Outros serviços apostam mais na tecnologia HDR10 para melhorar a qualidade da imagem.

Dolby Atmos

É uma tecnologia que proporciona uma melhor imersão sonora. Enquanto no áudio 5.1 canais o telespectador tem a sensação de que os sons vêm de todos os lados, no Dolby Atmos há um reforço adicional na parte alta do ambiente, tornando os efeitos aéreos mais realistas. A sensação é de que estão acontecendo, de fato, sobre a cabeça do telespectador.

Mas, para aproveitar as trilhas Dolby Atmos dos principais serviços de streaming, você terá que investir em outros equipamentos. Em primeiro lugar, a TV precisa estar ligada a uma caixa soundbar ou a um receiver, aparelho utilizado em sistemas de home theater, compatível com a mesma tecnologia. E esta conexão precisa ser feita a partir de uma saída HDMI ARC do televisor, com canal de retorno de áudio.

divulgação/DOLBY

Sistema Dolby Atmos precisa de mais caixas

Se o consumidor optar por um home theater completo, vai precisar ainda de duas caixas acústicas a mais, geralmente posicionadas no teto, um pouco à frente dos canais frontais. No total, serão instaladas pelo menos sete unidades, já contando com o par traseiro, além de um subwoofer, para a reprodução dos sons graves.

AD

A sigla AD vem de audiodescrição e permite que pessoas com deficiência visual tenham acesso aos conteúdos oferecidos por streaming. Quando este recurso é acionado, um narrador passa a descrever o que está acontecendo nas cenas, ajudando a compreender a história.

Com proposta inclusiva, a função segue os passos do Closed Caption (CC), que transforma falas em legendas para os deficientes auditivos. Infelizmente, ainda há uma carência de títulos trazendo audiodescrição e, muitas vezes, a narração das produções internacionais só está disponível em inglês.

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas