Recap S09E01

The Walking Dead enquadra xerife e estende tapete para novo protagonista

Divulgação/AMC

O ator Andrew Lincoln em cena da estreia da nona temporada de Walking Dead; xerife sairá de cena  - Divulgação/AMC

O ator Andrew Lincoln em cena da estreia da nona temporada de Walking Dead; xerife sairá de cena

JOÃO DA PAZ - Publicado em 08/10/2018, às 05h39

[Atenção: este texto contém spoilers]

Os últimos dias do xerife Rick Grimes (Andrew Lincoln) em The Walking Dead serão complicados. A abertura da nona temporada, exibida ontem (7), deu uma amostra dos obstáculos que ele precisará superar. O mocinho foi desafiado e enquadrado não por desconhecidos, mas por gente que está há muito tempo ao seu lado: o melhor amigo Daryl (Norman Reedus) e a leal Maggie (Lauren Cohan).

Ambos estão descontentes por Rick ter poupado a vida do vilão sanguinário Negan (Jeffrey Dean Morgan), como visto no desfecho da temporada passada. Cada um deles, com suas respectivas características, cruzou a linha do temor ao líder e fez questão de defender convicções.

No caso de Daryl, a série o coloca contra Rick para preparar o terreno ao novo protagonista _a saída de Lincoln está confirmada e Reedus assumirá o posto de líder da trama. Amigos inseparáveis, que eventualmente trocaram farpas e socos aqui e ali, Daryl e Rick passam por uma turbulência, causada pelo caso Negan e também pelo jeito do xerife administrar as coisas após o fim da guerra total.

Encarregado de controlar o Santuário, antigo lar de Negan, Daryl decidiu abandonar o ofício e seguir seu próprio rumo. Rick tentou persuadi-lo a voltar para Alexandria, ao dizer que precisava de uma ajuda por lá, mas o galã do drama zumbi negou a ordem disfarçada de pedido e disse que partiria para Colônia Hilltop, onde Maggie está.

Essa insubordinação light é um indício de que a amizade de Daryl com Rick não é mais firme como antigamente. O rompimento é um primeiro passo para Daryl sair de baixo das asas do amigo e agir sem ser direcionado por ninguém. Fora que ficar junto de Maggie, com a desculpa que é para proteger ela e seu bebê, faz sentido ao plano de bolar uma armadilha contra Negan.

Ela no comando
Já com Maggie o revés de Rick foi mais descarado. No salto do tempo de Walking Dead (18 meses depois do fim da guerra total), ocorreu uma tempestade que prejudicou rodovias e derrubou pontes. Rick foi até Hilltop pedir que Maggie cedesse integrantes da colônia para trabalhar na reconstrução de uma ponte. Em uma decisão firme, Maggie disse não.

A negação foi influenciada por diversos fatores. O mais importante deles é que os moradores de Hilltop teriam de trabalhar dobrado: na ponte e na produção de alimentos. Essa última tarefa mexe com Maggie, pois parte da comida vai para os Salvadores, grupo que ela queria aniquilar, mas a voz de Rick prevaleceu.

Sem medo, Maggie joga na cara de Rick uma conversa que tiveram meses atrás. Era ele dizendo que obedeceria as ordens dela. "Quando lutávamos contra os Salvadores, você disse que me seguiria, nada aconteceu. Talvez porque eu não era digna de ser seguida. Mas isso muda agora", falou.

Rick tem de tomar cuidado com essa nova fase de Maggie. Ela não perdoou uma nova traição de Gregory (Xander Berkeley) e organizou um enforcamento público para matar o falastrão e mostrar a todos de Hilltop quem manda no terreiro.

Nova fase
O episódio de estreia da nona temporada de The Walking Dead serviu como apresentação ao telespectador de como está o mundo apocalíptico 18 meses após o fim da guerra total. Aparentemente, tudo está às mil maravilhas _exceto os conflitos que Rick encara internamente.

Todas as comunidades estão muito bem, obrigado. Alexandria tem até captação de energia solar e eólica. O Reino, capitaneado pelo figuraça Ezekiel (Khary Payton), está prestes a ganhar uma rainha, pois ele propôs casamento a Carol (Melissa McBride). Hilltop tem Maggie no comando, poder referendado por uma eleição. E até os Salvadores estão fazendo algo de produtivo, extraindo combustível de espigas de milho.

Um terço dos 15 novos personagens foram apresentados no episódio. O mais importante deles entrará em cena logo. Vem aí Alpha (Samantha Morton), líder dos Sussurradores, que promete ser a antagonista mais tenebrosa já vista na série.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual sua novela preferida atualmente?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook