Enigmas de Westeros

Vidente de Game of Thrones, Bran Stark é peça-chave na temporada final

Reprodução/HBO

Isaac Hempstead-Wright com um olhar sombrio na estreia da última temporada de Game of Thrones - Reprodução/HBO

Isaac Hempstead-Wright com um olhar sombrio na estreia da última temporada de Game of Thrones

JOÃO DA PAZ - Publicado em 16/04/2019, às 06h00

[Atenção: este texto contém spoilers]

A curta última temporada de Game of Thrones, com apenas seis episódios, tem um personagem essencial: Bran Stark (Isaac Hempstead-Wright). O vidente do drama fantasioso sabe de tudo e não dá muita margem para papo-furado, pois está bem ciente da ameaça que vem por aí.

O amplo conhecimento de Bran vem do fato de ele ser uma testemunha ocular dos fatos e também dos poderes especiais que possui, como ter visões do passado e ser capaz de entrar na mente de pessoas e animais. O adolescente é o Corvo de Três Olhos e usa suas habilidades sobrenaturais para ajudar os reinos de Westeros na luta contra os White Walkers.

Contudo, em um dos momentos mais épicos de Winterfell, episódio de estreia da oitava temporada, Bran não precisou ativar seus dotes. No lar tradicional da sua família, ele se deparou com Jaime Lannister (Nikolaj Coster-Waldau), com quem teve um encontro terrível lá no primeiro episódio de Game of Thrones. O regicida ficou em choque ao ver o então menino Stark crescido e com um olhar sombrio.

Tudo porque Bran sabe demais. Na época, ele viu Jaime fazendo sexo com Cersei (Lena Headey), bisbilhotando em uma janela de uma torre alta, lá mesmo em Winterfell. O Lannister flagrou o xereta e simplesmente o empurrou. O garoto de 10 anos acabou paraplégico.

O olhar de Bran ao avistar Jaime disse tudo, tipo "você sabe das coisas que eu sei e podem te destruir". Agora, o menino Stark é quem tem o poder nessa relação.

Ele sabe dos segredos de Jaime e escolheu o ingênuo Samwell Tarly (John Bradley) para contar a Jon Snow (Kit Harington) as visões que teve sobre sua origem, o que muda o jogo de Game of Thrones completamente. Jon Snow não é bastardo, mas sim um Targaryen, legítimo herdeiro do Trono de Ferro.

Bran apareceu pouco na estreia da oitava temporada, mas todas as participações foram decisivas. Como quando ele interrompeu as boas-vindas dos Starks para a Mãe dos Dragões Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) em Winterfell. Ele cortou a conversa mole para lembrá-los de que eles estão ali com um único propósito, que é se preparar para derrotar os White Walkers.

Bran deixou a loira Targaryen de boca aberta ao falar o que sabe: que o dragão Viserion, um dos "filhos" de Daenerys, morreu e está sob o comando do Rei da Noite (Vladimir Furdik). Ele também ressaltou que o tempo urge, pois parte da Muralha caiu e abriu caminho para os Caminhantes Brancos passarem.

As visões de Bran serão de suma importância nesse duelo. Ele, por exemplo, visualizou como o primeiro White Walker e chegou a ficar frente a frente com o Rei da Noite, em uma cena que deixa os fãs até hoje coçando a cabeça.

Na visão, Bran andava normalmente. E, ao se deparar com o grande vilão de Game of Thrones, ele foi tocado no braço. Esse detalhe dá a entender que Bran não apenas vê o passado, mas consegue estar fisicamente presente, o que abre uma gama de possibilidades de alterar acontecimentos em benefício dos Sete Reinos de Westeros.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook