Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DESLIZE TERRÍVEL

Sob Pressão: Charles é punido por decisão, e Mauro vira chefe da emergência

JOÃO COTTA/TV GLOBO

O ator Pablo Sanábio posa de jaleco de médico, com braços cruzados em cenário de hospital da série Sob Pressão, da Globo

Pablo Sanábio interpreta Charles em Sob Pressão; médico perde cargo após cometer erro

MÁRCIA PEREIRA

marcia@noticiadastv.com

Publicado em 17/8/2021 - 6h25

1
2

Legenda

Charles (Pablo Sanábio) não ficará no comando da emergência em Sob Pressão. Após cometer um erro que quase resultará em morte, Décio (Bruno Garcia) vai puni-lo e colocará Mauro (David Junior) para liderar a equipe. Roger Gobeth e Karen Junqueira participam do segundo episódio da quarta temporada da série médica, que conta também com a chegada de João Vitor Silva ao elenco.

Nesta quinta (19), o público verá um casal atropelar uma mulher, que ficará em estado grave, e bater em outro veículo. O motorista Guilherme (Roger Gobeth), a passageira Sofia (Karen Junqueira) e a vítima, que terá sido atropelada, serão levados ao hospital Edith de Magalhães. 

Paralelamente, Charles vai meter os pés pelas mãos ao exercer a função de chefe da emergência. Ele está sobrecarregado e estressado desde que assumiu o cargo no lugar de Evandro (Julio Andrade). Nesse dia, o tomógrafo vai parar de funcionar por alguma questão elétrica.

Sem que seja autorizado pelo diretor do hospital, Décio, ele chamará um eletricista do bairro para tentar consertar o aparelho. Só que Charles não poderia ter chamado qualquer um, pois o hospital já mantém convênio com uma empresa justamente para prestar o devido suporte técnico.

Na hora do conserto, o eletricista levará um choque e terá uma parada cardíaca. O homem ficará em estado grave, e Décio entenderá que o colega não é maduro o suficiente para o cargo. Por isso, ele decidirá nomear Mauro como líder da emergência. 

O neurocirurgião interpretado por David Junior acaba de integrar a equipe, e a partir daí um fantasma que o assombra começará a entrar em cena. O médico cometeu um erro fatal com um paciente no passado. "Um homem preto para servir a vida em vez de tirar a vida é onde sempre quisemos estar", discursa David Junior, feliz por estar no papel de um médico, não de um bandido.

João Vitor Silva estreia como Leonardo na quarta temporada da série médica (João Faissal/TV Globo)

No mesmo episódio, o principal conflito de Vera (Drica Moraes) será iniciado. Seu filho, Leonardo (João Vitor Silva), surgirá em cena falando dos estudos. Os dois haviam perdido o contato, e a reaproximação com o herdeiro será um desafio para a médica durona. "Ela ganha um coração", brinca Drica Moraes.

O jovem quer recuperar os anos perdidos ao lado da mãe e também se dedica aos estudos para passar no vestibular de Medicina. Para o adolescente, a escolha de seguir os passos de Vera aumentará a tensão em torno dos estudos.

Sem que a mãe saiba, ele fará uso de medicamentos controlados para melhorar sua concentração. Leonardo comentará isso com Vera, que começará a desconfiar do filho. No desenrolar dessa história, ela vai descobrir que ele falsifica sua assinatura para comprar anfetamina.

Na estreia da quarta temporada na última quinta (12), Sob Pressão registrou 20 pontos de audiência no Ibope em São Paulo. A produção teve aumento de repercussão nas redes sociais. A empolgação dos usuários do Twitter pela volta da série fez a hashtag de Sob Pressão entrar no Trending Topics mundial.

Confira resumo do que vai rolar na quarta temporada, que conta com 11 episódios ao todo:


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Traída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabem

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas