Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Outro McDreamy

Rob Lowe recusou papel em Grey's Anatomy: 'Me custou R$ 276 milhões'

Divulgação/NBC/ABC

 Rob Lowe em The West Wing e Patrick Dempsey na 1ª temporada de Grey's Anatomy; homem dos sonhos - Divulgação/NBC/ABC

Rob Lowe em The West Wing e Patrick Dempsey na 1ª temporada de Grey's Anatomy; homem dos sonhos

REDAÇÃO

Publicado em 27/3/2019 - 18h23

O ator Rob Lowe quase esbanjou a sua pinta de galã em Grey's Anatomy. Em entrevista para o podcast do comediante Marc Maron, intérprete do diretor de TV machista de Glow, Lowe revelou que recusou o papel do médico Derek Shepherd no drama hospitalar. "Essa decisão me custou US$ 70 milhões [R$ 270 milhões]", lamentou, brincando.

"Mas é só dinheiro, né?", continuou Lowe, antes de comentar essa sua escolha. "No fim das contas, eu assisti à série assim que ela foi lançada e quando [os telespectadores] começaram a chamar Shepherd de 'médico bonitão' e 'McDreamy [homem dos sonhos]', eu percebi que aquilo não era para mim mesmo."

O papel ficou com Patrick Dempsey, que até então não tinha sido protagonista de uma série; já Rob Lowe vinha de uma jornada bem-sucedida em The West Wing (1999-2006), atração pela qual conseguiu uma indicação ao Emmy.

O valor chutado por Lowe não está tão distante da realidade. Dempsey saiu de Grey's Anatomy recebendo US$ 400 mil (R$ 1,58 milhão) por episódio. Levando em consideração que Dempsey fez 237 capítulos do drama hospitalar, mesmo que no início ele não ganhasse tanto assim, a conta se aproxima da imaginada por Lowe.

Lowe até que se saiu bem após recusar Grey's Anatomy. No ano seguinte da estreia do drama hospitalar, o ator entrou para o elenco de Brothers & Sisters (2006-2011). Depois ele fez Parks and Recreation (2009-2015). Ainda tem em seu currículo atuações em The Grinder (2015-2016) e Code Black (2015-2018).

O próximo papel de Lowe na TV será o protagonista do drama britânico Wild Bill, na pele de Bill Hixon, um policial norte-americano que vai trabalhar no Reino Unido.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?