Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Denúncia

Programa da Record News cobra R$ 17 mil para entrevistar médicos

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Duda Rodrigues apresenta o programa Saúde e Você, na Record News; para participar, médicos pagam - REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Duda Rodrigues apresenta o programa Saúde e Você, na Record News; para participar, médicos pagam

GABRIEL PERLINE

Publicado em 28/3/2019 - 6h10

O programa Saúde e Você, apresentado por Duda Rodrigues na Record News, cobra um cachê de mais de R$ 17 mil de médicos que querem ser colunistas pelo período de seis meses. A comercialização de entrevistas não é convencional e fere a ética jornalística e publicitária. O programa, na verdade, transforma em espaço publicitário um conteúdo que apresenta como editorial.

Os convites feitos pela produção do Saúde e Você têm assustado profissionais da saúde. A abordagem é agressiva. Uma médica, que pediu para não ser identificada, mostrou ao Notícias da TV as mensagens que trocou com uma das produtoras do programa.

Nelas, uma profissional oferece um posto fixo na atração, no quadro de entrevistas. Além da exposição na TV, o médico ganha alguns benefícios, como uma coluna fixa no site do programa e divulgação de seu nome e de seu trabalho nas redes sociais.

"É um investimento de marketing. Você participa de seis programas, onde [sic] nós oferecemos cabelo e maquiagem, fazemos a divulgação desse trabalho nas mídias sociais e você ainda passa a ter por seis meses uma coluna no portal de nosso site. Estamos hoje com 204 médicos solicitando uma oportunidade para participar, mas somente estes como você que têm prioridade. Se quiser, solicito os valores de sua especialidade com meu financeiro", diz a produtora em uma das mensagens à médica.

A produção oferece facilidades no pagamento. Inicialmente, são cobrados R$ 2.490 a título de "inscrição" no programa. Feito o primeiro depósito, o novo colaborador recebe mais seis boletos no mesmo valor, a serem quitados parceladamente.

Nem todos pagam, diz apresentadora

O Saúde e Você é exibido aos domingos, às 9h15. A atração é independente, compra espaço no debilitado canal de notícias da Record e arca com seus custos de produção.

Ao Notícias da TV, a apresentadora Duda Rodrigues disse que as negociações são tratadas por meio de uma agência de publicidade e que não tem conhecimento dos valores exigidos. Mas afirmou que nem todos os convidados de seu programa pagam para dar entrevistas.

"Alguns estão ali porque eu convidei. Outros chegam em um esquema de parceria. É uma publicidade desses médicos. Eles ganham exposição", disse ela à reportagem.

O problema é que esta prática adotada pelo programa Saúde e Você infringe uma das normas do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que obriga todos os veículos de comunicação a informarem os telespectadores sempre que o conteúdo editorial se tratar de um informe publicitário.

Em nenhum momento o programa da Record News inclui uma tarja alertando o público de que o material é uma publicidade disfarçada de conteúdo jornalístico.

Comércio de entrevistas

Procurada pelo Notícias da TV, a Record News condenou a prática --que não é exclusiva do Saúde e Você.

"Este programa é uma produção independente e o conteúdo por obrigação contratual não está sob a responsabilidade da emissora. Mesmo assim, a Record News vai apurar os fatos porque não aceita qualquer tipo de comercialização de entrevistas", disse a emissora, em nota.

"Respeitamos com total clareza as regras estipuladas pelo CRM, órgão que fiscaliza todos os programas que abordam essa editoria e, para finalizar, em nossa existência nunca fomos notificados pelo mesmo. Nos orgulhamos de nossa história, das ações sociais que ajudamos a realizar, também exibidas no programa, e da confiança a nós depositadas por nossos colaboradores, que estão ali para dar informações de prevenções, bem-estar e qualidade de vida ao nosso público", disse a assessoria de imprensa de Duda Rodrigues.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?