Coroa de lágrimas

Qual personagem de This Is Us é o rei (ou rainha) da sofrência? Vote na enquete

Imagens: Divulgação/NBC

Os atores Justin Hartley e Sterling K. Brown abraçados em cena da primeira temporada de This Is Us

Justin Hartley e Sterling K. Brown em cena de This Is Us; um abraço para chorar esparramado no chão

JOÃO DA PAZ - Publicado em 17/10/2019, às 05h16

Mulher que perde o marido e a casa por causa de um incêndio. Luta contra a obesidade. Busca pela perfeição que faz brotar crises de ansiedade. Essas são algumas das adversidades que os integrantes da família Pearson enfrentam em This Is Us desde 2016. Em meio a tanta desgraça, quem é o rei (ou rainha) da sofrência do drama chororô?

A disputa é acirradíssima, embora haja uma personagem que passou por tantos perrengues que fica difícil não dar a coroa para ela. No outro extremo, tem aquele que poderia ser o mais sofredor, mas por ter uma atitude sempre positiva em relação à vida, sempre consegue achar uma luz no fim do túnel.

Entre o casal Jack Pearson (Milo Ventimiglia) e Rebecca (Mandy Moore), mais os filhos Kate (Chrissy Metz), Kevin (Justin Hartley) e Randall (Sterling K. Brown), qual deles sofreu além da conta durante as quatro temporadas de This Is Us? Relembre os martírios de cada um e vote na enquete:

Patriarca dos Pearsons, Jack (Milo Ventimiglia) priorizou a felicidade da mulher e dos filhos


Jack

Jack era genuinamente gente boa, o tipo que se convida para ir até um bar e bater um papo regado de cervejas geladas em uma tarde de sábado. Dedicado à família e apaixonado por uma mulher (Rebecca) que lhe roubou o coração, Jack sofreu reveses que lhe tiraram um pouco o sabor da vida.

Ele lidava com um pai alcoólatra que tinha o prazer de menosprezá-lo. O alcoolismo foi algo que ele "herdou", acobertou da mulher e acabou passando para um dos seus filhos, Kevin. Também foi para a Guerra do Vietnã (1955-1975) e testemunhou horrores nos campos de batalha.

No primeiro encontro com o futuro sogro, ganhou como boas-vindas desprezo e promessa de tormento. Ele ainda nutriu um ciúme possesivo por Rebecca. E acabou sofrendo uma parada cardíaca depois de inalar muita fumaça do incêndio que destruiu sua casa dos sonhos.

A obesidade assombra Kate (Chrissy Metz) desde a infância; gravidez de risco e bebê cego 


Kate

Uma criança alegre, Kate enfrentou uma grande barreira na transição entre a adolescência e a vida adulta. Ela carrega a culpa pela morte do pai, pois após ele salvar toda a família que estava na casa (ela, a mãe e Randall), a garota comentou com o pai que o seu cachorro, Louie, ainda estava no meio do fogo. Então, Jack voltou e resgatou o pet. Mas ele ingeriu fumaça demais e não resistiu.

Durante toda a sua vida, Kate enfrentou uma ferrenha batalha com a balança. Na adolescência, foi humilhada por amigas em inúmeros momentos. Essa luta contra o peso brecou sua confiança e a impediu de se dedicar à carreira de cantora. Soma-se a isso uma relação conturbada com a mãe.

Kate teve um bebê prematuro, que nasceu cego. Médicos a alertaram sobre os riscos da gravidez, mas ela insistiu. Tem uma vida de casada tensa, principalmente após o bebê Jack vir ao mundo. São muitos desentendimentos com o marido Toby (Chris Sullivan). Ela ficou sem chão ao ver que Toby perdeu peso após o nascimento de Jack. E Kate não está nas cenas do futuro que mostram os Pearsons velhinhos.

Kevin (Justin Hartley) é o bonitão de This Is Us; mas sua aparência não lhe traz felicidade


Kevin

Galã durante toda a vida, Kevin sempre teve problemas de relacionamentos, com o pai, mãe, irmãos, namoradas... Ele tenta corrigir isso ao praticamente virar uma babá do tio Nick (Griffin Dunne) na atual quarta temporada. Nick é o irmão depressivo de Jack que também lutou na Guerra do Vietnã. Essa jornada completa um ciclo na vida do ator Kevin, que viveu uma babá em uma série de TV que o alçou à fama.

Entre atuações marcantes, virou manchete após dar um esporro espetacular durante as filmagens de Manny; o ator largou a TV para se arriscar nos teatros da Broadway. A carreira não foi fácil para ele, reprovado em diversos papéis. E olha que ele decidiu ter essa profissão justamente para tentar superar a morte do pai.

Kevin ficou traumatizado com o destino do pai, pois a última conversa que teve com Jack foi uma briga. Na adolescência, Kevin era um jogador de futebol americano habilidoso, até quebrar a perna, algo que o devastou. E embora tenha mulheres rastejando em seus pés, ele nunca conseguiu firmar um compromisso sério e estável. Sofre com o alcoolismo e se esforça para ficar longe das bebidas.

Com um pasado trágico, Randall (Sterling K. Brown) se escora no otimismo para tocar a vida


Randall

Satisfeito apenas com a perfeição e nada mais, Randall passa pelos dias sempre tendo de provar algo para alguém, o que faz brotar nele crises de ansiedade. Ele almeja encontrar um lugar ao qual pertence, uma tampa para cobrir o sentimento de abandono que experimenta desde o nascimento. Seu pai biológico o largou ainda bebê, e ele foi adotado por Rebecca e Jack.

Principalmente na infância e adolescência, Randall tinha medo de ser repreendido e procurava não fazer nada de errado para não causar a ira dos pais ou dos irmãos. Adulto, ele pegou essa neura e a transformou: agora, quer fazer todos ao seu redor felizes, aconteça o que acontecer. Encontrou o pai biológico, mas descobriu que ele tinha câncer e que já tinha se encontrado com sua mãe adotiva. Isso o enfureceu, porque Rebecca mentiu para Randall ao dizer que ela não conhecia o pai dele.

De todos os Pearsons, Randall é o que mais tenta evitar a deprê. Para tanto, vive espalhando otimismo e procura amenizar uma situação embaraçosa com piadas, a maioria delas bem bregas e sem graça, o que deixa as filhas envergonhadas.

A tristonha Rebecca (Mandy Moore) perdeu um filho no nascimento e o marido após  incêndio


Rebecca

A lista de sofrência de Rebecca é extensa. A começar pelos pais, com quem não tinha uma boa relação. Ao encontrar Jack, não pensava que seria um romance duradouro, já que ele não era um tipo de homem que a atraía. Em determinado momento, teve de escolher entre ficar em casa com Jack ou pegar a estrada e viver o sonho de cantar. Situação que gerou uma das tantas discussões no casamento.

Rebecca acabou flopando como cantora, rejeitada na cara dura por uma gravadora de Los Angeles. Tocou o casamento com Jack e teve sua primeira grande perda: teria trigêmeos, mas um morreu no nascimento. Decidiu adotar o bebê Randall.

E seguiu ladeira abaixo. Perdeu o marido após um incêndio, o que a levou a uma constante depressão. Os poucos momentos alegres que tem são apenas lampejos de felicidade. Tem uma relação problemática com todos os filhos, mas com Kate a relação é mais espinhosa. E nas cenas de flashforwards (do futuro), ela aparece deitada na cama em puro desalento, com algum tipo de problema mental.

ENQUETE

Enquete

Quem é o rei (ou rainha) da sofrência de This Is Us?

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook