Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVA COMÉDIA

Pit Stop é série da Netflix com potencial para fazer sucesso no SBT

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Kevin James está sentado, com caneca nas mãos e usando um boné; ele interpreta Kevin Gibson em Pit Stop

Kevin James interpreta Kevin Gibson, um divertido chefe de equipe da Nascar, na comédia Pit Stop

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 27/2/2021 - 6h48

Sitcom à moda antiga, com episódios de no máximo 30 minutos de duração e risadas de fundo para piadas que às vezes nem têm tanta graça assim, Pit Stop foi lançada na Netflix neste mês. Apesar de ser original do serviço de streaming, a produção protagonizada por Kevin James tinha tudo para fazer sucesso na TV, em emissoras como o SBT ou o canal Comedy Central.

O estilo da série deixa aquela sensação de "eu já vi isso em algum lugar". A trama é focada na história de amigos que trabalham juntos há anos e vivem como uma família. Eles compartilham as dificuldades de receber ordens de uma chefe novata e carrasca, além de terem sempre o mesmo bar como local de encontros e desabafos.

Ou seja, a ambientação é bem semelhante com fenômenos como Friends (1994-2004) e The Office (2005-2013). Já as piadas são leves e "família", tanto que a classificação indicativa é para maiores de 10 anos.

Se fosse uma produção de TV, Pit Stop poderia ser exibida pelo SBT em uma faixa de horário que consagrou séries como Eu, A Patroa e As Crianças (2001-2005), As Visões da Raven (2003-2007) e, mais recentemente, Henry Danger (2014-2020) e The Thundermans (2013-2018).

O elenco da sitcom da Netflix é encabeçado por um ator conhecido no Brasil pelos filmes de comédia. Kevin James estrela longas que são populares aqui no país, como Hitch - Conselheiro Amoroso (2005), Segurança de Shopping (2009), Gente Grande (2010) e Professor Peso Pesado (2012).

Mas ele foi alçado ao sucesso com uma série de comédia na mesma pegada de Pit Stop, The King of Queens (1998-2007), que lhe rendeu uma indicação ao Emmy em 2006.

O ator também assina a produção-executiva de nova série da Netflix, que tem como criador Jeff Lowell, um dos roteiristas de Two and a Half Men (2003-2015) e The Ranch (2016-2020).

Na trama, James interpreta Kevin Gibson, o chefe da equipe Bobby Spencer Racing, da Nascar. Ele passa a enfrentar problemas quando o dono da companhia decide se aposentar e passa o cargo para a filha, a jovem Catherine (Jillian Mueller).

Inicialmente, ela tenta modernizar os negócios, recrutando vários novatos e outros jovens experientes em tecnologia. Mas o consagrado Kevin, que já foi piloto, vê com maus olhos as inovações e resiste. Os conflitos ficam mais acirrados quando Catherine expressa seu desejo de demitir o piloto Jake (Freddie Stroma) e adicionar a inexperiente Jessie (Paris Berelc) ao time.

As diferentes perspectivas criam conflitos. A série explora temas como machismo, friend zone (zona da amizade, quando uma pessoa se apaixona da outra, mas a segunda não tem o mesmo sentimento), bullying e resistência a mudanças. A primeira temporada de Pit Stop tem 10 episódios, e ainda não foi anunciada uma renovação. Assista ao trailer abaixo:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?