Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Adeus dolorido

O que Grey's Anatomy perde após a saída de Alex Karev, médico querido dos fãs?

Imagens: Divulgação/ABC

Justin Chambers na 16ª temporada de Grey's Anatomy; série hospitalar segue em frente sem Alex Karev

Justin Chambers na 16ª temporada de Grey's Anatomy; série hospitalar segue em frente sem Alex Karev

JOÃO DA PAZ

Publicado em 11/3/2020 - 4h47

Agora não tem mais jeito. Grey's Anatomy segue seu rumo sem Justin Chambers, intérprete do médico Alex Karev, querido dos fãs. O drama hospitalar já sobreviveu à saída de vários personagens ao longo de 15 anos e, com a 17ª temporada confirmada, vêm aí muitas histórias sem Alex, o que deixa o desenrolar da trama sensivelmente desfalcado.

Na terça-feira (10), o Sony Channel exibiu o primeiro episódio de Grey's Anatomy sem a aparição do pediatra. E a série logo seguiu em frente, ao deixar um pouco de lado o seu desaparecimento repentino, mergulhar na vida dos outros personagens e mostrar um grave acidente que tomará conta dos próximos capítulos. Médicos do hospital Grey Sloan Memorial estavam em um bar e ficaram feridos depois que um carro atravessou a parede do estabelecimento.

No episódio desta semana, o público ficou sabendo que Alex foi visitar a mãe no Estado de Iowa, no interior dos Estados Unidos, logo depois de ver a amiga e confidente Meredith Grey (Ellen Pompeo) recuperar o direito de poder ser médica (ela tinha sido impedida por cometer fraude e corria o risco de perder a licença médica). O turbilhão de emoções deixou Alex reflexivo; por isso, ele pegou a estrada para ficar com a família. E a série perdeu dois alicerces importantes.

Até então, Alex estava muito bem, em destaque na trama. Ele liderava a reformulação do precário hospital Pac North, o pior de toda a cidade de Seattle, introduzido em Grey's Anatomy para abordar o outro lado da medicina que não se vê muito nas séries americanas, aquele em que pacientes com dor estão na fila, com equipamentos ultrapassados, falta de médicos e estrutura caindo aos pedaços.

Daqui para a frente diante, o Pac North será escanteado, e a série não vai se aprofundar nesses temas. Mesmo de longe (e sem dar as caras), Alex vai tentar colocar o Pac North nas mãos do seu mentor, Richard Webber (James Pickens Jr.). Mas ambos serão surpreendidos por uma solução um tanto quanto preguiçosa encontrada por Krista Vernoff, a showrunner de Grey's Anatomy, que deixará o telespectador de queixo caído nos próximos capítulos.

Camilla Luddington e Justin Chambers em Grey's Anatomy; casal desfeito de forma dolorida


Era uma vez um casal

O sumiço de Alex afetou em cheio Jo Karev (Camilla Luddington), sua mulher. A série irá mostrá-la preocupadíssima com o bem-estar do marido, pois não consegue entrar em contato com ele de jeito nenhum, seja por ligação telefônica ou mensagens de texto. Uma das personagens que mais sofreu em Grey's Anatomy, a cirurgiã vai caminhar pelas ruas da amargura novamente.

A crise no casamento é um baque para Jo, que tinha acabado de sair de um calvário, superando uma depressão pesadíssima, pois descobriu que sua mãe ficou grávida depois de ter sido estuprada. O gatilho do abandono disparou, e Jo quis ficar só, o que a fez pedir um tempo para Alex. Ela passou a acreditar que o marido estava fazendo o mesmo ao viajar sem manter contato.

Após tantas idas e vindas e um esforço colossal de Alex para proteger Jo do seu ex-marido abusivo, Paul Stadler (Matthew Morrison), o casal formado dentro do hospital Grey Sloan tinha tudo para brilhar. Mas o romance acabou em um piscar de olhos, inesperadamente. A vida dará outra surra em Jo, assim que ela descobrir o que de fato aconteceu com Alex --o desfecho desagradou alguns fãs da série.

O sumiço de Alex também dá fim a uma das amizades mais profundas de Grey's Anatomy: a do médico com Meredith. Eles se conheceram ainda como residentes, foram aprendendo com o tempo a se entenderem e criaram um vínculo sadio. Sem Justin Chambers, o drama só tem três atores que aparecem desde o primeiro episódio, lançado em 2005: James Pickens Jr., Chandra Wilson e Ellen Pompeo.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?