Recap S10E03

Novo herói de Walking Dead, Negan aniquila zumbis para salvar ex-inimigo

Divulgação/AMC

Jeffrey Dean Morgan, o Negan de Walking Dead, ataca dois zumbis em episódio da série

O ator Jeffrey Dean Morgan, o Negan, em cena do terceiro episódio da décima temporada de Walking Dead

JOÃO DA PAZ - Publicado em 20/10/2019, às 23h05

[Atenção: este texto contém spoilers]

Um dos maiores vilões de The Walking Dead, Negan (Jeffrey Dean Morgan) virou herói no terceiro episódio da décima temporada do drama zumbi, exibido neste domingo (20). Em um ataque de mortos-vivos em massa como há muito tempo não se via na série, o barbudo sanguinário ficou do lado dos mocinhos. Ele chegou a salvar um dos personagens mais queridos dos fãs, até então um desafeto feroz.

Durante 49 horas, a comunidade de Alexandria foi atacada por centenas e centenas de zumbis. Os sobreviventes passaram mais de dois dias sem dormir direito, todos alertas à espera de um nova horda surgindo no horizonte. Em uma força-tarefa, os moradores do santuário finalizavam os zumbis, um por um. Ao prisioneiro Negan ficou a missão de enterrar os corpos dos mortos-vivos.

Mas o padre Gabriel (Seth Gilliam) tinha outros planos para o vilão. Os zumbis estavam a caminho pelo norte e sul de Alexandria. Com um contingente escasso e pessoas cansadas, o religioso tomou a decisão de que era melhor ter Negan matando os zumbis do que na função de coveiro. Ele foi escalado para ajudar Aaron (Ross Marquand) em uma das fronteiras, ao sul.

Mesmo contrariado, Aaron obedeceu e caminhou ao lado de Negan, que no fim das contas se comportou como um bom soldado e eliminou todos os zumbis que cruzaram seu caminho. Depois de estar tudo limpo, The Walking Dead voltou a brincar com a vilania intrínseca de Negan, deixando o telespectador em dúvida se ele vai de fato ter uma jornada de redenção ou não.

Após um descuido, Aaron sofreu um ataque de dois zumbis e ficou cego momentaneamente. Ele não viu Negan desaparecer no meio de uma floresta e partiu aos trancos e barrancos atrás do vilão. Ao achar uma casa escura, Aaron se atrapalhou e foi surpreendido pelas costas por dois zumbis. Daí veio Negan, que finalizou a dupla de mortos-vivos e salvou a vida do dono do braço de metal.

Com aquele jeitão marrento e debochado, Negan se preocupou com o colega, foi caridoso e cuidou dele. Parte do público pode achar que o ex-líder dos Salvadores está de fato regenerado, depois de bancar o herói pela segunda vez --ele salvou a fofa Judith (Cailey Fleming) no final da temporada passada. Ou tudo não passa de um teatro e quando todos menos esperarem, o antagonista irá mostrar sua verdadeira identidade.

Nessa décima temporada, The Walking Dead trabalha bem essa ideia. E mérito ao ator Jeffrey Dean Morgan por convencer com uma atuação que deixa o público incerto sobre as verdadeiras intenções de Negan. Afinal, todos merecem uma segunda chance? Ou quem fez o que ele fez, matar cruelmente a esmo, só tem direito a uma punição impiedosa e desprezo eterno?

Alpha x Carol, round 2

Pela segunda vez na décima temporada, a temida vilã Alpha (Samantha Morton), líder dos Sussurradores, encarou Carol (Melissa McBride). A ex-dona de casa só tem um desejo: matar a careca, principalmente por ela ter assassinado seu filho e colocado a cabeça dele em uma estaca.

O reencontro foi justamente ao lado dessa estaca, que demarca a fronteira determinada por Alpha, limite a ser expandido depois de um novo acordo entre os sobreviventes e os Sussurradores.

Em uma cena bem construída, pautada por uma tensão palpável, Alpha provocou Carol, tocando na parte que mais lhe doí: "Você tem de me temer", disse a vilã careca. "Eu não", respondeu a sobrevivente. "Eu olho para você e não sinto nada."

"É mesmo?", devolveu a rival. "Seu pequeno garoto [Henry, vivido por Matt Lintz] gritou pelo seu nome, antes de decapitarmos a cabeça dele". Nessa, Carol se enfureceu, pegou um revólver e disparou contra a vilã, mas errou o tiro. Alpha apenas sorriu, sem escrúpulo.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook