Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TUDO CERTO

Hollywood escapa de paralisação geral após acordo para evitar greve

Reprodução/Twitter

Cartazes com reivindicações do sindicato dos operários

Cartazes com reivindicações do sindicato; entidade entrou em acordo para evitar greve

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/10/2021 - 16h52

O IATSE, sigla original da Aliança Internacional dos Operários de Palco, anunciou no sábado (16) que entrou em acordo com a AMPTP (Aliança de Produções Televisivas e Cinematográficas), representante dos estúdios e produtoras dos Estados Unidos. Com isso, a entidade cancelou a greve geral que estava marcada para ser iniciada nesta segunda-feira (18).

O acordo entre as partes evitou uma nova paralisação em Hollywood, que atingiria a produção de séries e filmes norte-americanas. Entre as reivindicações da IATSE incluíam períodos de descanso razoáveis, pausas para alimentação e um salário mínimo para os funcionários na base da escala de contratos.

O sindicato divulgou uma lista de pontos conquistados no acordo, como aumentos salariais de 3% para cada um dos próximos três anos. A entidade também destacou maiores períodos para refeições, melhores salários e condições de trabalho para as produções em streaming e um salário mínimo para os trabalhadores com remuneração mais baixas.

"Este é um marco em Hollywood", afirmou Matthew Loeb, presidente internacional da IATSE, em comunicado oficial. "Nossos membros permaneceram firmes. Eles são fortes e unidos. Estivemos cara a cara com algumas das empresas de tecnologia e entretenimento mais ricas e poderosas do mundo e, agora, chegamos a um acordo com o AMPTP que atende às nossas necessidades", disse.

O acordo entre IATSE e a AMPTP é considerado histórico entre algumas partes envolvidas no negócio. Um líder de sindicato ouvido pela revista Variety, que pediu para não ser identificado, descreve o acerto como "o maior ganho que já se teve na história das negociações".

Uma das conquistas mais celebradas pelo sindicato é o chamado "fim de semana de 54 horas". Esta reivindicação acaba com turnos que iniciavam sexta à noite e tinham duração até as manhãs de sábado.

As negociações entre as partes iniciaram no último dia 5 e pareciam encaminhar para a primeira greve em 128 anos de história da IATSE. O novo contrato ainda precisa da confirmação de todos os membros, mas o acordo assegura que a paralisação não ocorra tão cedo.

"Tudo o que conseguimos foi porque vocês, membros, levantaram-se e nos deram o poder de mudar o curso dessas negociações. Nossa solidariedade, tanto na liderança quanto no nível de base, foi o principal motivo pelo qual ninguém foi deixado para trás e todas as prioridades foram atendidas", finalizou Loeb.

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi a melhor série documental brasileira do ano?

Web Stories

+
Última temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembre

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas