Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO STARZPLAY

Gaslit: Série com Julia Roberts põe luz na mediocridade de políticos corruptos

Divulgação/Starzplay

Julia Roberts em cena de Gaslit

Julia Roberts em cena de Gaslit; nova minissérie do Starzplay estreia neste domingo (24)

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 24/4/2022 - 6h35

Gaslit, minissérie do Starzplay que estreia neste domingo (24), ressuscita o famoso caso Watergate, um dos capítulos mais importantes da política dos Estados Unidos, para colocar luz na mediocridade de políticos corruptos. Não apenas por descrever atos condenáveis, mas também por destacar o fascínio que os envolvidos mantinham por uma ideia extremista e idiota.

Para os desavisados, Watergate é o nome de um edifício no qual ficava um escritório do Partido Democrata dos EUA e que se tornou símbolo da renúncia do ex-presidente Richard Nixon (1913-1994). Em 1972, cinco homens foram presos invadindo o local a mando de autoridades envolvidas com o Partido Republicano.

O objetivo deles era grampear telefones e escutar conversas que poderiam ajudar na reeleição de Nixon. Com a ajuda de dois repórteres do jornal Washington Post, as autoridades conseguiram conectar os invasores ao comitê de campanha do então presidente, o que levou ao descobrimento de uma espionagem política que culminou em sua queda.

Para diferenciar a série de obras como Todos os Homens do Presidente (1976), que recontaram a história de Watergate ao longo dos seus 50 anos, Gaslit tem como foco a jornada de Martha Mitchell (1918-1976), interpretada pela vencedora do Oscar Julia Roberts e que se tornou pilar essencial na derrocada do governo Nixon.

DIVULGAÇÃO/STARZPLAY

Sean Penn e Julia Roberts em Gaslit

Sean Penn e Julia Roberts em Gaslit

Martha era mulher de John Mitchell (1913-1988), ex-procurador-geral dos EUA e figura ligada diretamente a Nixon. O que grande parte do público não sabe é que Martha, com fama de fofoqueira e desesperada pela atenção da imprensa, foi uma das responsáveis por trazer à tona a verdade sobre o escândalo.

Nos anos 1970, Martha fazia barulho na imprensa ao dar opiniões sobre política, educação, liberais e ativismos. Seus comentários iam de chamar o presidente de "sexy" a pedir para erradicar a Suprema Corte do país. Mitchell, conhecido por seguir a linha discreta dos republicanos, mal conseguia conter a ânsia da mulher pelos holofotes.

Apesar de ser fiel à ideologia conservadora característica dos republicanos, Martha foi a primeira a condenar publicamente o envolvimento de Nixon com o Watergate, destruindo não apenas o seu casamento como a relação com outras grandes figuras da época. O seu senso de justiça, no entanto, foi o que a incentivou a vociferar contra o ex-presidente.

Inspirada no podcast Slow Burn, Gaslit foi criada por Robbie Pickering, um dos roteiristas do sucesso Mr. Robot (2015-2019), para contar uma das histórias de bastidores mais importantes do Watergate. No centro, a jornada de uma mulher na luta pelo que acha certo, enquanto dois casamentos são redefinidos pelas consequências do escândalo.

DIVULGAÇÃO/STARZPLAY

Dan Stevens e Betty Gilpin

Dan Stevens e Betty Gilpin

Além da relação do casal Mitchell, a série destaca o casamento entre John (Dan Stevens) e Mo Dean (Betty Gilpin). Conselheiro da Casa Branca entre 1970 e 1973, John passou a frequentar o círculo de confiança de Nixon após a a sua ajuda no Watergate. Com a investigação fechando o cerco ao seu redor, a força de Mo teve extrema importância no desenrolar de sua participação no caso.

Dean e o advogado e ex-agente do FBI G. Gordon Liddy (Shea Whigham) são duas da figuras que, em Gaslit, representam a mediocridade que imperava entre os políticos da ocasião. Ao idolatrar Nixon, a dupla aceitou uma missão fadada ao fracasso apenas pela sede de poder e o desejo por atenção.

Mesmo que o protagonismo de Gaslit fique ao redor de Martha e Mitchell, é na jornada de Dean e Liddy que a trama se completa. Iludido pela atenção que ganha de seus ídolos, ambos começam a achar que são os verdadeiros heróis da história. Algo que, no texto capitaneado por Pickering, os tornam idiotas completos.

Com Julia Roberts em atuação deslumbrante, Martha é a personagem mais atraente de Gaslit. Desesperada pela validação externa, sua personalidade só não era maior do que o ego de Mitchell, vivido por um excelente (e quase irreconhecível) Sean Penn.

Mesmo que conte uma história explorada à exaustão, Gaslit recorre a retratos de personagens esquecidos e tão interessantes quanto o próprio escândalo do Watergate. O final todos já sabem, mas acompanhar a jornada de Martha Mitchell e os outros envolvidos torna a experiência ainda mais fascinante.

Assista ao trailer de Gaslit:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.