ORLANDO JONES

Demitido, ator de American Gods detona: 'Não sabem escrever para negros'

Divulgação/Starz

O ator Orlando Jones em cena da série American Gods, na qual interpretou o deus Mr. Nancy

O ator Orlando Jones em cena da série American Gods, na qual interpretou o deus Mr. Nancy

REDAÇÃO - Publicado em 15/12/2019, às 10h06

O ator Orlando Jones, que interpretou Mr. Nancy nas duas primeiras temporadas de American Gods, decidiu abrir o jogo sobre sua demissão --ele não voltará para o terceiro ano da série. "Eles [roteiristas] não tinham escrito nada para mim, nem para os outros personagens negros. Não sabem como fazer isso. Então eu fui lá e fiz", detonou.

Na manhã de sábado (14), Jones publicou um vídeo em suas redes sociais na qual revelava que, apesar de ter um acordo para a terceira leva de episódios do drama malucão, exibido no Brasil pelo Amazon Prime Video, o seu contrato não foi renovado por decisão do novo showrunner, Charles "Chic" Eglee.

"Ele me disse que Mr. Nancy passava uma imagem errada para os negros dos Estados Unidos. Isso mesmo. Esse homem branco, que fica só sentado em sua cadeira de tomar decisões, acha que a revolta do Mr. Nancy e a sua atitude de tentar resolver os problemas passa uma mensagem errada. Bem, eu tenho certeza de que ele tem muitos melhores amigos negros que o aconselheram a fazer isso para evitar uma revolta popular", ironizou o ator em seu Twitter.

Depois, em entrevista ao site TVLine, Jones alegou que foi passado para trás pela produção de American Gods, pois abriu mão de outros trabalhos durante os 19 meses que passou esperando pela retomada dos trabalhos. "Eles poderiam ter me dito logo de cara que eu não ia voltar, em vez de ficarem em contato com minha equipe nesse tempo todo", criticou.

A demissão de Jones é mais um capítulo na novela de bastidores tumultuados na série baseada na obra do premiado escritor Neil Gaiman: na segunda temporada, Jesse Alexander foi contratado para ser o showrunner da atração. Mas ele foi demitido no meio do trabalho e ninguém assumiu o cargo, considerado o mais importante de uma atração televisiva. O diretor Chris Byrne e a produtora Lisa Kussner ficaram responsáveis pelas decisões criativas.

"Eu cheguei para trabalhar na segunda temporada, e eles não tinham escrito nada para meu personagem. E não fui o único. Não fizeram nada para nenhum personagem de cor. E eu me vi em uma posição em que tive de escrever para esses personagens. Não só para o Mr. Nancy, mas Ibis [Demore Barnes], Salim [Omid Abtahi], Jinn [Mousa Kraish], Sam Black Crow [Devery Jacobs] e até Shadow Moon [Ricky Whittle]. Todos os personagens de cor para os quais ninguém tinha escrito."

"Eu tive que pedir permissão ao Sindicato dos Roteiristas para ganhar uma merreca por esse trabalho, que eu nem deveria estar fazendo. E eu fui lá e fiz. Não falei nada sobre isso durante a divulgação da segunda temporada, porque eu fazia parte de uma equipe. Mas aí vocês me enganam e me demitem? Me enrolam durante meses para dizer que vão seguir outro caminho criativo?", atacou Jones, que chegou a ser creditado como consultor criativo durante o segundo ano.

Em nota divulgada ao TVLine, a produtora Fremantle, responsável por American Gods, informou que o contrato de Orlando Jones não foi renovado porque a terceira temporada vai adaptar uma parte dos livros que não conta com Mr. Nancy. "Muitos novos personagens vão aparecer no mundo de Shadow Moon para ajudar no legado da atração como uma das séries com mais diversidade na televisão."

Tudo sobre

Amazon Prime Video

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você vai acompanhar Salve-se Quem Puder?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook