Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Nova plataforma

De Spielberg a Jennifer Aniston: conheça as séries do streaming da Apple

Imagens: Reprodução/Apple TV+

A atriz Jennifer Aniston em uma das primeiras imagens da comédia The Morning Show, da Apple TV+ - Imagens: Reprodução/Apple TV+

A atriz Jennifer Aniston em uma das primeiras imagens da comédia The Morning Show, da Apple TV+

JOÃO DA PAZ

Publicado em 26/3/2019 - 6h15

A Apple anunciou ontem (25) detalhes do seu serviço de streaming, o Apple TV+. Ele será lançado em mais de cem países no segundo semestre deste ano. Conhecida por produzir os celulares e computadores mais cobiçados do planeta, a empresa entra no mercado de produção de conteúdo com contratados de fazer inveja às concorrentes.

Para atrair nomes do nível do cineasta Steven Spielberg e da atriz Jennifer Aniston, a Apple desembolsou US$ 1 bilhão (R$ 3,9 bilhões) para lançar mais de 20 séries.

Confira abaixo as principais séries que vêm por aí no Apple TV+:

Amazing Stories
Spielberg foi um dos contratados da Apple que fizeram participação no evento do lançamento do streaming. Um remake de Amazing Stories, série exibida entre 1985 e 1987, foi a primeira produção encomendada pela empresa. A ideia é contar uma história por episódio, com gêneros que vão do terror à ficção científica. "A atração vai explorar a busca universal por algum significado [da vida]", falou o cineasta. 

The Morning Show
Estrelada por Jennifer Aniston (a eterna Rachel de Friends) e Reese Witherspoon, a comédia The Morning Show chega à Apple TV+ com duas temporadas confirmadas. A série irá narrar como são os bastidores de um programa de TV matutino. O protagonista masculino será Steve Carell, o Michael de The Office (2005-2013).

Little America
O tema imigração estará em Little America, comédia escrita por Kumail Nanjiani, ator de Silicon Valley, atração da HBO. Serão oito episódios e a proposta é ter diretores imigrantes ou filho de imigrantes.

Little Voice
O produtor J.J. Abrams (de Lost e Westworld) assina Little Voice, um drama musical ambientado em Nova York. Sara Bareilles, cantora e compositora indicada ao Grammy e ao Tony, cuidará das músicas da série.

My Glory Was I Had Such Friends
J.J. Abrams também está por trás de My Glory Was I Had Such Friends, que reunirá o produtor com Jennifer Garner. Os dois estiveram juntos em Alias (2001-2006). A série da Apple adapta para a TV um livro homônimo, que conta como uma mulher à espera de um transplante de coração descobre o poder da amizade.

Arrebentando no cinema como Aquaman, Jason Momoa volta às séries em produção da Apple

See
Na seara das atrações apocalípticas, a Apple investe em See, o retorno de Jason Momoa, o Aquaman do cinema, para uma série. Momoa cravou seu espaço em Hollywood na série Game of Thrones como Khal Drogo, marido de Daenerys (Emilia Clarke). A série também terá no elenco Alfre Woodard (Luke Cage). A trama se passa no futuro, após um vírus acabar com quase toda a população da Terra.

Are You Sleeping?
O elenco de Are You Sleeping? é de peso. Octavia Spencer (vencedora do Oscar por Histórias Cruzadas) estará ao lado de Lizzy Caplan (Masters of Sex) e Aaron Paul (Breaking Bad). A atração falará sobre a obsessão do ser humano em acompanhar detalhes de histórias criminais.

Dickinson
Indicada ao Oscar, a atriz Hailee Steinfeld será a poetisa americana Emily Dickinson na comédia Dickinson. A proposta da produção é apresentar ao público os contrastes da sociedade e do núcleo familiar norte-americano no século 19.

Produções sem títulos

Algumas produções aguardadas têm grandes nomes por trás, mas as séries ainda estão sem os títulos definidos. É o caso do drama de M. Night Shyamalan, que investe para se redimir da decepção que foi Wayward Pines (2015-2016). Por enquanto, não se sabe quase nada sobre a trama. O máximo que foi revelado é que será um "suspense psicológico".

Há também um projeto de Damien Chazelle, vencedor do Oscar por La La Land: Cantando Estações (2016), também guardado a sete chaves. O "drama inovador", como a Apple divulgou, será escrito e dirigido pelo cineasta.

A atriz Brie Larson, a nova grande estrela de Hollywood e protagonista do recém-lançado Capitã Marvel (2019), será a atriz principal de uma série sobre agentes da CIA, a agência de inteligência americana.

E tem Oprah Winfrey, claro. A deusa da TV norte-americana assinou com a Apple no ano passado e vai produzir programas variados para a plataforma de streaming. No evento de segunda-feira, ela já anunciou dois documentários, um sobre relações tóxicas no ambiente de trabalho e outro que tratará de saúde mental.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?

Sim, 2017 é logo ali
21.50%
Não, a novela merece ganhar esse espaço atual
18.71%
Vacilaram, tinham outras opções
42.04%
Não vejo, não sou capaz de opinar
17.75%