Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

BRIE LARSON

Atriz de Capitã Marvel assina contrato para estrelar nova série da Apple

Divulgação/Marvel Studios

Brie Larson em cena do filme Capitã Marvel, que chega aos cinemas nesta quinta (7): agora na TV - Divulgação/Marvel Studios

Brie Larson em cena do filme Capitã Marvel, que chega aos cinemas nesta quinta (7): agora na TV

REDAÇÃO

Publicado em 6/3/2019 - 16h32

Brie Larson está tendo uma semana movimentada: a ganhadora do Oscar, que chega aos cinemas nesta quinta-feira (7) como a protagonista de Capitã Marvel, fechou contrato para estrelar uma série no serviço de streaming da Apple. A atriz interpretará Amaryllis Fox, uma agente da CIA que cresce dentro da central de inteligência norte-americana.

A história é baseada no livro Life Undercover: Coming of Age in the CIA (Minha Vida Disfarçada: A Chegada da Maturidade na CIA, em tradução livre), escrito pela própria Amaryllis e que chegará às lojas apenas em outubro deste ano. Segundo o site da revista Variety, a série mostrará a jornada de crescimento da agente na central, sob o olhar das pessoas à sua volta.

Megan Martin, que tem no currículo as séries Animal Kingdom e The Following (2013-2015), está em negociações para escrever e produzir a série. Brie também terá um posto de produtora-executiva da produção, pois ela comprou os direitos de adaptação do livro antes mesmo do lançamento da obra.

Ganhadora do Oscar de melhor atriz em 2016 por seu trabalho no filme O Quarto de Jack (2015), Brie Larson não tem um papel fixo na TV desde United States of Tara (2009-2011), série na qual interpretava a filha da protagonista.

Antes, ela tinha atuado na comédia Raising Dad (2001-2002), um fracasso que durou apenas uma temporada na nanica rede The WB, que se fundiu com a também pequena UPN para formar a The CW.

No cinema, Brie Larson atuou na comédia Descompensada (2015), Kong: A Ilha da Caveira (2017) e O Castelo de Vidro (2017). Além de Capitã Marvel, ela terá um papel de destaque no longa Vingadores: Ultimato, previsto para 25 de abril.

Investimentos de peso
A Apple montou uma seleção hollywoodiana para não fazer feio ao se aventurar no campo das séries de TV. A lista de convocados para a empreitada televisiva da empresa, conhecida por produzir os celulares e computadores mais cobiçados, conta com J.J. Abrams, Reese Witherspoon e Steven Spielberg.

Sem tanta bagagem em Hollywood, a empresa investirá na produção de séries de alto calibre para pegar uma fatia do público. Serão gastos cerca de US$ 1 bilhão (R$ 4,26 bilhões) na primeira leva de séries. É muito dinheiro? Depende do ponto de vista. O banco Morgan Stanley prevê que o streaming da Apple, dentro de seis anos, irá gerar um lucro de US$ 4,4 bilhões (R$ 8,27 bilhões) para a fabricante de celular.

A aposta neste retorno multiplicado por quatro ocorre porque a Apple se aliou a nomes conhecidos da indústria de entretenimento americano para tocar suas séries. Estão no time ainda Oprah Winfrey (Queen Sugar), Damien Chazelle (La La Land: Cantando Estações) e M. Night Shyamalan (O Sexto Sentido).

TUDO SOBRE

Brie Larson

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?