Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Pandemia em Hollywood

De Grey's Anatomy a NCIS; veja todas as séries suspensas por causa do coronavírus

Divulgação/ABC

A atriz Ellen Pompeo com uma máscara cirúrgica em cena da 16ª temporada de Grey's Anatomy

Ellen Pompeo na 16ª temporada de Grey's Anatomy; gravações do drama hospitalar foram interrompidas

REDAÇÃO

Publicado em 13/3/2020 - 13h15
Atualizado em 13/3/2020 - 18h48

Como prevenção à pandemia de coronavírus (Covid-19) que afeta alguns países, como os Estados Unidos, com mais gravidade, 41 séries da TV americana decidiram suspender as gravações de novos episódios. Entre as atrações estão sucessos como Grey's Anatomy, NCIS, Lucifer e Riverdale. A interrupção pode encurtar as respectivas temporadas.

Grey's Anatomy (Sony Channel, Netflix), por exemplo, optou por parar os trabalhos pelas próximas duas semanas "como medida de precaução", segundo e-mail que a produção enviou para os atores e equipe de gravação. Até o momento, o drama hospitalar tem 21 episódios finalizados da 16ª temporada, dos 25 planejados originalmente. Dependendo do avanço do vírus, alguns capítulos podem ser cortados, se a paralisação se estender durante mais semanas.

Outra série que vai parar durante duas semanas é The Morning Show (Apple TV+). A produção acalmou a todos dizendo que a atual resolução é apenas preventiva, que ninguém da produção está infectado com o Covid-19.

Dynasty (Netflix), The Good Fight (Amazon), Grace and Frankie (Netflix), NCIS (AXN), NCIS: Los Angeles (A&E), NCIS: New Orleans (A&E), Foundation (Apple TV+), Bull (A&E), FBI (Universal TV), Law & Order: SVU (Universal TV), New Amsterdam (Fox Life, Globoplay), The Falcon and the Winter Soldier (que chegará ao Brasil no Disney+), Lucifer (Netflix), Flash (Warner), Russian Doll (Netflix), Little America (Apple TV+) e todas as três séries de Chicago (Fire, P.D., Med, do Universal TV) anunciaram que suspenderam as gravações por tempo indeterminado. 

Outras séries que também estão paradas: Batwoman, Young Sheldon (Warner, Globoplay), God Friended Me (Warner), Claws, Queen Sugar, Pennyworth (Starzplay), All Rise e Supergirl (Warner, Netflix).

E mais séries suspensas engrossaram essa lista na noite desta sexta-feira (13): See Servant, For All Mankind, Lisey's Story e Mythic Quest: Raven's Banquet (todas essas do straming da Apple). Se juntam a elas Atlanta (Netflix), Snowfall (Fox Premium), Y, Fargo (Netflix) e Stranger Things (Netflix).

Gravada em Budapeste, capital da Bulgária, a segunda temporada de Carnival Row (Amazon) foi interrompida. Protagonista do drama fantasioso, o ator Orlando Bloom divulgou em suas redes sociais que ele estava retornando aos EUA.

O caso mais delicado é o de Riverdale (Warner, Netflix). Um integrante da equipe de produção entrou em contato com uma pessoa infectada com vírus. Ao saber dessa notícia, os trabalhos da quarta temporada, na cidade canadense de Vancouver, se encerraram imediatamente. Em comunicado, a produtora Warner Bros. Television informou que foi feito uma triagem para saber quem manteve contato com esse funcionário da série.

Drible na doença

Popular nos Estados Unidos, a comédia The Neighborhood (inédita no Brasil) irá gravar seu último episódio da segunda temporada sem a presença do público. Para driblar o coronavírus, a série MacGyver (Unversal TV) adotou uma solução tomada por empresas de outros setores que não o entretenimento: os roteiristas vão escrever os episódios de casa e usarão chamadas de vídeo para se comunicarem.

De acordo com reportagem do site The Hollywood Reporter, vários showrunners, em condição de anonimato, disseram que vão reduzir o número de figurantes em cenas externas das mais diversas séries, uma medida para não ter de parar tudo.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?