Sexto filhote

Com série sobre crimes de ódio, Law & Order vira maior franquia da TV

Divulgação/NBC

Mariska Hargitay na 19ª temporada de Law & Order: SVU; filhote sairá da série mais longeva da TV - Divulgação/NBC

Mariska Hargitay na 19ª temporada de Law & Order: SVU; filhote sairá da série mais longeva da TV

REDAÇÃO - Publicado em 05/09/2018, às 05h21

A franquia Law & Order ganhou mais um filhote: a rede NBC anunciou a encomenda de 13 episódios de Hate Crimes, série baseada em uma divisão real da polícia de Nova York que investiga crimes de ódio. Com a novidade, a franquia se tornará a maior da história da TV, juntamente com Star Trek. Os personagens da nova atração serão apresentados primeiramente na 20ª temporada de Law & Order: Special Victims Unit (SVU), que estreia em setembro.

O produtor Dick Wolf, pai de Law & Order, é cocriador de Hate Crimes ao lado de Warren Leight, o showrunner de SVU. Na vida real, a força-tarefa da divisão de crimes de ódio faz parte da SVU, encarregada de combater crimes sexuais.

Sem perder a tradição de Law & Order de replicar notícias policiais publicadas na imprensa, Hate Crimes acompanhará uma equipe de investigadores de elite, com a missão de caçar e punir quem ataca o outro por causa de sua raça, orientação sexual, nacionalidade, religião e classe social.

Hate Crimes é a sétima atração da família Law & Order, que teve 20 temporadas, entre 1990 e 2010. A Law & Order original tinha seus episódios divididos em duas partes: a primeira apresentava a investigação de um crime; na segunda metade, entravam em ação os advogados no tribunal.

Da produção que fez história, nasceram Criminal Intent (2001-2011), Trial by Jury (2005-2006), LA (2010-2011) e SVU, que estreou em 1999 e está no ar até hoje, uma das séries mais longevas da TV norte-americana.

No ano passado, Dick Wolf tentou entrar na onda de séries que recriam um famoso caso policial em uma temporada completa, na carona do sucesso de American Crime Story, vencedora do Emmy com a história do julgamento de O.J. Simpson.

Chamada de True Crime, a primeira temporada dessa série encenou o caso dos irmãos Menendez, acusados de matar os pais para ficar com a herança, um escândalo dos anos 1990. A série não vingou e está em pausa, sem uma segunda temporada confirmada. A única coisa boa do drama é Edie Falco, a Carmela de Sopranos (1999-2007), indicada ao Emmy deste ano.

Volta do Capitão Picard
Outra franquia da TV que já soma seis produções é Jornada nas Estrelas (ou Star Trek, no original), iniciada em 1966 com a produção que tinha Capitão Kirk (William Shatner) e Spock (Leonard Nimoy) e ficou no ar até 1969.

Depois, vieram Star Trek: A Nova Geração (1987-1994), Deep Space Nine (1993-1999), Voyager (1995-2001), Enterprise (2001-2005) e a atual Discovery, disponibilizada no Brasil pela Netflix, que conta com Sonequa Martin-Green, a Sasha de The Walking Dead, no papel principal.

No mês passado, o ator Patrick Stewart anunciou que voltará a viver o lendário Capitão Picard, de A Nova Geração, em uma nova série da franquia, ainda sem nome. O projeto será o sétimo da marca na televisão.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com dicas de séries e filmes!

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook