Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TUDO IGUAL

Trunfo de Quanto Mais Vida, Melhor, troca de corpos acaba como frustração

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Valentina Herszage, Vladimir Brichta, Giovanna Antonelli e Mateus Solano surgem lado a lado e olham para frente em cena de Quanto Mais Vida, Melhor

A troca de corpos termina nesta segunda (25) na novela das sete, mas quarteto seguirá enrascado

GUILHERME MACHADO

guilherme@noticiasdatv.com

Publicado em 25/4/2022 - 6h15

Em uma das chamadas que anunciam o fim da troca de corpos em Quanto Mais Vida, Melhor!, Paula (Giovanna Antonelli) celebra retomar sua identidade. "Agora a 'cascacu' vai ter que encarar a verdadeira e única Paula Terrare!", vibra ela, em referência a Carmem (Julia Lemmertz). Mas não é exatamente nesse ponto que a personagem estava antes do troca-troca? Isso mostra bem a realidade da virada na novela das sete da Globo: uma decisão criativa que até mexeu com a história, mas, no fim das contas, pouco fez para avançar as tramas.

Vale ressaltar que a mudança sobrenatural promovida pela Morte (A Maia) teve direito a uma divulgação à parte e foi alardeada com muita pompa --os atores, inclusive, gravaram chamadas específicas para ela. Não era para menos: o autor do folhetim, Mauro Wilson, confessou que essa era a ideia central desde o início.

"Essa foi a minha primeira ideia: fazer uma novela em que aconteceria isso. Vai dar uma virada tão grande, é diferente. A partir de um momento eles são obrigados a entender que talvez seja isso [os corpos trocados] para o resto da vida. Acho que é isso que a Morte realmente queria: que eles vivessem outras vidas e entendessem melhor as próprias", definiu o escritor. 

A situação não durou até o fim da vida dos personagens e termina nesta segunda-feira (25), mas será que eles realmente entenderam melhor suas vidas? No caso de Guilherme (Mateus Solano), sem dúvida o mais gélido do quarteto principal, parece ter funcionado.

Além de engatar de vez o romance com Flávia (Valentina Herszage), o cirurgião ficará radiante com a notícia de que os dois terão um filho. Mas, tão logo o cirurgião dará jeito em sua vida, Celina (Ana Lucia Torre) aparecerá para estragar tudo e interditá-lo

Flávia também se dará mal e será ameaçada por Roni (Felipe Abib). Já Neném (Vladimir Brichta) continuará desesperado atrás de Rose (Bárbara Colen) e verá o romance com ela minguar. Paula, como já foi dito, seguirá às turras com Carmem. Parece familiar? Exato, os protagonistas voltarão às mesmas situações em que estavam antes da reviravolta.

De fato, a troca de corpos promoveu momentos hilários, como quando a dona da Cosméticos Terrare, na pele do jogador de futebol, jogou um troféu em seu pé para fugir dos gramados, ou quando o "doutor das galáxias" foi obrigado a se vestir de pato por estar no corpo da personagem de Valentina Herszage.  

Quanto Mais Vida, Melhor! também precisava de uma injeção de gás, pois estava correndo atrás do próprio rabo, com uma série de repetições exaustivas em seus conflitos. A virada trouxe um frescor e conseguiu que os personagens aprendessem um pouco --Neném e Guilherme, pelo menos, parece que tentarão dar uma guinada em seus hábitos nos próximos capítulos.

O problema é que de pouco adiantam todas essas aventuras e até mesmo os aprendizados, por menores que sejam, se os protagonistas acabam voltando ao mesmíssimo lugar em que estavam antes de toda a confusão. A ideia seria evoluir, transformar, mas se Neném segue implorando o amor de Rose, Paula mantém o jogo de gato e rato com Carmem, e Guilherme continua sendo feito de trouxa pela mãe, muito pouco, ou quase nada, foi conquistado.

Desinteresse? 

Se por um lado a troca de corpos trouxe mais energia à trama e manteve seus fãs engajados, não é possível dizer que ela conquistou uma nova plateia. Em São Paulo, a novela tem se mantido em um patamar entre 20 e 22 pontos, igual ao que apresentava antes da mudança.

Ela ultrapassou a marca dos 23 pontos apenas em três ocasiões, e isso quando Pantanal, atual folhetim das nove, já havia estreado, ou seja, bem depois do troca-troca começar. Mesmo no Painel Nacional de Televisão (PNT) houve estabilidade. Em sua 15ª semana, a novela teve 20 pontos. Na 19ª, cresceu um ponto. 

Se a história tivesse seguido no marasmo em que estava, é bem possível que ela descesse de vez a ladeira, mas também não dá para afirmar isso com certeza. A realidade é que, por mais que tenha sido uma boa adição, a troca de corpos não foi suficiente para fazer Quanto Mais Vida, Melhor! bombar. 

De volta ao autor Mauro Wilson, ele disse que a novela teria "uma virada tão grande". Realmente, a virada foi intensa e animou a história. Porém, ela serviu para agitar algo que já estava muito parado e não teve êxito em tirar aquela sensação de "flashback". Enfim, prometeu mais do que cumpriu. 


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Quanto Mais Vida, Melhor!.


Últimas de Quanto Mais Vida, Melhor!


Resumos Semanais

Quanto Mais Vida, Melhor: Resumo dos próximos capítulos da novela - 25 a 28/5

Quarta, 25/5 (Capítulo 159)
Guilherme e Neném chegam à padaria, mas não conseguem abrir a grade. Flávia perdoa Paula, que tenta fazer o parto da neta. Roni se diverte com Tina e Tigrão, mas fica apreensivo ao perceber uma movimentação ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.