Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ELENCO CONSAGRADO

Trinta e cinco anos depois, 40% dos atores de Roque Santeiro já morreram

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator José Wilker, de chapéu, óculos escuros e expressão séria, em cena como Roque Santeiro na novela Roque Santeiro

O ator José Wilker (1944-2014) interpretou o protagonista da novela Roque Santeiro, em 1985

REDAÇÃO

Publicado em 24/6/2020 - 4h56

Há exatos 35 anos estreava a novela Roque Santeiro (1985), que fez sucesso na Globo com um elenco de atores renomados. Hoje, 40% dos 44 profissionais que trabalharam no elenco fixo da produção já morreram. Artistas consagrados da teledramaturgia, como José Wilker, Yoná Magalhães e Eloísa Mafalda, são alguns dos que já partiram.

Foi um grande marco para a carreira de José Wilker (1944-2014) interpretar o personagem título da novela. Roque Santeiro na verdade estava programada e até já parcialmente gravada para ir ao ar em 1975, mas a Censura Federal proibiu a exibição do folhetim na Globo.

Naquela época, o protagonista seria Francisco Cuoco, mas a novela só foi retomada em 1985. A trama continuou praticamente a mesma, mas Roque, o grande mito da cidade de Asa Branca, passou a ser interpretado por José Wilker.

O ator se deu muito bem com o personagem, que era considerado herói local por supostamente ter enfrentado bandidos, ter sido dado como morto e ter curado uma menina doente. A história evoluiu e engajou bastante o público, e mesmo anos depois José Wilker continuou a ser lembrado como o personagem.

Ator, diretor, dramaturgo e crítico de cinema, ele fez mais de 30 novelas e minisséries na Globo, como Anjo Mau (1976), Gabriela (versões de 1975 e de 2012), O Salvador da Pátria (1989) e Senhora do Destino (2004). Seu último trabalho foi na novela Amor à Vida (2013). Wilker morreu em abril de 2014, aos 69 anos, vítima de um infarto fulminante enquanto dormia.

A atriz Yoná Magalhães (1935-2015) também teve longa e prestigiada carreira na TV e no teatro. Começou a atuar na Tupi ainda nos anos 1950 e fez praticamente uma novela por ano até o fim de sua vida. Em Roque Santeiro, a atriz vivia Matilde, considerada uma transgressora na cidade por ser dona da boate Sexus.

Em 2015, Yoná Magalhães ficou com a saúde debilitada e chegou a passar quase um mês internada. Ela morreu em outubro daquele ano, por complicações pós-operatórias após uma cirurgia para corrigir uma insuficiência cardíaca.

Na trama de Roque Santeiro, a personagem de Yoná Magalhães tinha uma grande inimiga: Dona Pombinha, a primeira-dama de Asa Branca, uma senhora conservadora e firmemente contra o funcionamento da boate Sexus.

Ela foi interpretada por Eloísa Mafalda (1924-2018), atriz que viveu também outros papéis muito marcantes na Globo: foi a primeira Dona Nenê de A Grande Família (1972) e a Maria Machadão da primeira versão de Gabriela (1975), por exemplo.

O último trabalho de Eloísa Mafalda na TV foi na novela O Beijo do Vampiro (2002). Em 2002, ela foi diagnosticada com a doença de Alzheimer, que lhe causou perda de memória. A atriz morreu em sua casa em Petrópolis, em 2018, em decorrência de problemas respiratórios.

Outros atores consagrados estiveram no elenco de Roque Santeiro e são parte da memória da teledramaturgia: Luiz Armando Queiroz (1945-1999), Armando Bógus (1930-1993), Paulo Gracindo (1911-1995), Nélia Paula (1930-2002), Lílian Lemmertz (1937-1986), Cláudio Cavalcanti (1940-2013), Oswaldo Loureiro (1932-2018), João Carlos Barroso (1950-2019), Arnaud Rodrigues (1942-2010), Nelson Dantas (1927-2006), Wanda Kosmo (1930-2007), Maurício do Valle (1928-1994), Lícia Magna (1909-2007), Waldyr Sant'anna (1936-2018) e Sandro Solviatti (1937-1993).

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?