Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ANTISSOCIAL

Por que Irene de A Força do Querer é tão obcecada por Eugênio?

ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO

Dan Stulbach e Débora Falabella em cena de A Força do Querer: abraços, eles olham para fora do quadro

Eugênio (Dan Stulbach) e Irene (Débora Falabella) em A Força do Querer: manipuladora tem transtorno

DANIELE AMORIM

daniele.amorim@noticiasdatv.com

Publicado em 29/11/2020 - 6h55

Considerada a grande vilã de A Força do Querer, Irene (Débora Falabella) passa por cima de qualquer um para conseguir o quer. Obcecada por Eugênio (Dan Stulbach), a manipuladora traça estratégias detalhadas para tomar a fortuna da família Garcia. Porém, apesar de a morena ser fruto de uma trama ficcional, é possível encontrar uma explicação realista para a obsessão da arquiteta pelo advogado.

A pedido do Notícias da TV, a psicóloga Maria Angélica Gabriel assistiu àlgumas cenas da personagem e reconheceu que Irene pode ser diagnosticada com transtorno de personalidade antissocial. Antigamente, o quadro era conhecido pelo nome popular de sociopatia e é caracterizado pela falta de empatia do sujeito com o outro.

"São pessoas muito ambiciosas, que montam um plano e vão manipulando e seduzindo [os outros] para que elas possam alcançar um objetivo", relata a especialista em comportamento humano.

Essa falta de empatia é muito presente narrativa de Irene. Para seguir com seu plano, a arquiteta tornou-se amiga de Joyce (Maria Fernanda Cândido) para manipular a socialite a se separar do marido e ainda chantageou Silvana (Lilia Cabral) --a viciada em jogos é a única personagem da trama que sabe sobre parte do passado conturbado da vilã. 

Nos próximos capítulos da novela, o público descobrirá que a antagonista é capaz de matar para conseguir o que quer. Na verdade, a arquiteta se chama Solange Lima e fugiu dos Estados Unidos para esconder seus crimes. Com a ajuda de Mira (Maria Clara Spinelli), ela envenenou o ex-marido para roubá-lo.  

Débora Falabella em cena de A Força do Querer

Mulher camaleão

A mudança de comportamento de Irene também é um traço do transtorno de personalidade antissocial. Para chegar perto de suas vítimas, a mulher é capaz de fazer qualquer coisa, como mentir, trapacear e fingir fraquezas em comum. 

Por isso, os melhores alvos para indivíduos com esse tipo de transtorno são as pessoas mais fragilizadas. No caso de Eugênio, o advogado entrou na mira desde que abriu seu escritório de advocacia. Emocionalmente, ele ficou abalado ao lidar com a rejeição da mulher sobre a nova empreitada.

Irene aproveitou essa vazio deixado pela madame e conquistou a admiração do irmão de Eurico (Humberto Martins). Esse foi o primeiro passo no plano maligno da morena. Agora, ela trabalha em uma forma de Joyce descobrir o romance extraconjugal do marido e, assim, tomar o lugar da madame.

Quem tem e como tratar?

De acordo com a psicóloga Maria Angélica, o transtorno pode se desenvolver por fatores genéticos, traumas de infância (como abandono ou abuso) ou por situações de muito impacto sentimental no decorrer da vida.

Como na narrativa de Gloria Perez não há muitos detalhes sobre a vida pregressa da arquiteta, não é possível cravar o que aconteceu com ela. Porém, segundo a especialista, algumas teorias da psicologia caracterizam o transtorno em dois níveis: primário e secundário. 

No primeiro caso, os pacientes têm esses traumas "de raiz" e cultivam essa falta de empatia pelo outro desde a infância. Porém, na situação seguinte, o transtorno pode ser causado por questões mais pontuais. 

Para a profissional do comportamento humano, é muito difícil que alguém com nível primário apareça no consultório. Maria Angélica relata que pessoas como Irene não procuram tratamento, pois não acreditam que tenham algum tipo de problema. E quem procura por ajuda só pode consegui-la com terapia. 

"Não há medicamento para personalidade antissocial porque não é uma doença. A pessoa não está corrompida com a realidade, ela só tem planos e não se adapta às regras sociais. O que a gente consegue [ajudar] é com um tratamento psicoterápico para alguns casos", reforça. 

Porém, isso não acontecerá com Irene em A Força do Querer. Sem buscar ajuda profissional, a antagonista será atormentada por pensamentos psicóticos e morrerá ao cair no fosso de um elevador no fim da novela.


Saiba tudo que vai rolar nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em A Força do Querer e outras novelas.


Últimas de A Força do Querer


Resumos Semanais

Resumo da novela A Força do Querer: Capítulos de 12 a 13 de março

Sexta, 12/3 (Capítulo 149)
Silvana começa a tratar sua compulsão. Zeca é levado por correnteza de rio, e Ruy tenta salvá-lo. Zeca e Ruy reencontram o índio misterioso do passado. Zeca e Ruy vão juntos atrás de Ritinha. Bibi é solta ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas