Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MARIA FERNANDA CÂNDIDO

Perua insuportável de A Força do Querer, atriz torce por 'cancelamento'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Maria Fernanda Cândido com expressão de desprezo caracterizada como a Joyce em cena de A Força do Querer

A atriz Maria Fernanda Cândido interpreta a "perigosa perua" Joyce em A Força do Querer

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 25/9/2020 - 7h00

Em 2017, Maria Fernanda Cândido tinha certeza de que Joyce e sua resistência em aceitar a transexualidade de Ivan (Carol Duarte) seriam execradas pelo público de A Força do Querer. Três anos depois, e em meio a uma onda de conservadorismo, a atriz teme que uma parcela do telespectadores não torça mais o nariz para a perua da novela das nove.

"Antes, eu tinha medo que ela fosse odiada nas ruas, então tentamos humanizar essa mulher para não se tornar uma caricatura. A sorte agora é ela não ser amada, entende (risos)? Eu não sei o que vai acontecer, mas eu quero ser cancelada. Chegou a minha hora", dispara a intérprete em entrevista ao Notícias da TV.

A mãe de Ruy (Fiuk) começou a colocar suas garras para fora na última quarta (23). A dondoca revelou ao marido Eugênio (Dan Stulbach) o desprezo pelo jeito despojado da filha e, em outra cena, confessou a Simone (Juliana Paiva) que tremia só de pensar na possibilidade de a herdeira ser lésbica.

"Algumas personagens desta novela estão nesse grupo mais conservador, como a Joyce, que é muito individualista e não tem uma visão para o coletivo. Na primeira vez, eu não percebi o eco de um público que se identificava com ela. Estou curiosa para saber como vai ser hoje", pondera a artista, que faz questão de frisar as suas diferenças com a madame.

"Eu amei fazer a novela e aceitaria voltar para uma segunda temporada, mas foi um dos papéis mais difíceis [da minha carreira], porque ela é muito egoísta. Ela não olha para o outro, é preconceituosa", confessa a paranaense.

Arco de redenção

Apesar das dificuldades em cena, Joyce trouxe uma repercussão que Maria Fernanda nunca tinha sentido nas ruas. "Eu fiz outras novelas que fizeram sucesso, mas essa em especial tocou em muitas feridas abertas. A Força do Querer mexeu com as pessoas, muitos me mandaram mensagem ou me pararam para contar as suas histórias", relembra.

Ela espera que o arco de redenção da personagem, que termina o folhetim de Gloria Perez bem diferente de como começou, possa inspirar mais uma vez os espectadores --e afastar o seu medo de dar voz às opiniões conservadoras durante a reapresentação.

"Eu passei cento e tantos capítulos projetando o meu desejo no querer do outro, mas no final a Joyce deu à luz esse outro ser humano [ao aceitar a cirurgia de mastectomia de Ivan]. Espero repetir a mensagem de respeito ao outro, de abraçar a existência [de quem é diferente]", conclui a atriz.


Inscreva-se no canal do Notícias da TVno YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em A Força do Querer e outras novelas.


Últimas de A Força do Querer


Resumos Semanais

Resumo da novela A Força do Querer: Capítulos de 28/11 a 12/12

Sábado, 28/11 (Capítulo 60)
Caio afirma a Bibi que Rubinho não será absolvido. Eurico se irrita com a ausência de Silvana, sem saber que ela está jogando. Bibi comenta com Aurora sobre o casamento de Caio e Leila. Joyce descobre ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?