Novela das nove

O Outro Lado do Paraíso vira Sai de Baixo: Samuel se casa com Cido e fica 'grávido'

Fotos: Reprodução/TV Globo

Samuel (Eriberto Leão) assumirá relação amorosa com motorista na novela das nove - Fotos: Reprodução/TV Globo

Samuel (Eriberto Leão) assumirá relação amorosa com motorista na novela das nove

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 28/12/2017, às 06h18 - Atualizado às 06h19

Após Clara (Bianca Bin) desmascarar Samuel (Eriberto Leão), o psiquiatra decidirá assumir o romance com Cido (Rafael Zulu) em O Outro Lado do Paraíso. O motorista se mudará para o apartamento de Adnéia (Ana Lucia Torre), e o trio terá cenas hilárias. Suzy (Ellen Rocche) descobrirá que está grávida e que tem de ficar em repouso absoluto. Ela passará a viver como uma rainha ao lado dos três. 

A história rocambolesca fará a vida dos quatro personagens virar do avesso. Pelos capítulos entregues por Walcyr Carrasco à produção, esse núcleo vai se tornar o mais cômico da novela. O apartamento deles vai ser como o do Sai de Baixo, com os integrantes se alfinetando o tempo todo. 

Além disso, terá uma pegada de sitcom, com bordões e piadas repetivas sobre Samuel ser "bicha", e a mãe dele ter se tornado "mãe de bicha". Suzy vai divertir também. Ela abusará de sua condição e fará Cido e Adnéia de empregados. Essa virada vai ao ar a partir do dia 15 de janeiro.

Armário com portas escancaradas
Samuel vai consultar a Mãe (Zezé Motta) do quilombo sobre tirar ou não "a máscara" que sempre usou. Ele sairá de lá disposto a se casar com Cido e pedirá para o amante escolher entre ele e sua noiva, Irene (Luciana Fernandes). O motorista optará pelo psiquiatra e também se demitirá do emprego _ele passará a dirigir para Samuel. 

O diretor do hospital vai querer alugar um apartamento para viver com o companheiro, mas Adnéia pedirá para ele não sair de casa e aceitará ter um genro. "Eu cozinho muito, vai gostar, rapaz. Lavo as roupas, passo. Se o Samuel quiser continuar usando calcinhas, eu me sacrifico. Lavo as calcinhas", dirá a dona de casa.

"Mãezinha, as calcinhas foram uma fase. Agora eu quero ter uma relação estável", responderá o diretor do hospital. "Tem mais essa. Mãe de bicha e filho bicha são que nem unha e carne. Não se separam", brincará o personagem de Rafael Zulu.

Bebê a caminho
Depois de três capítulos para dar tempo de o público se acostumar com a união de Samuel e Cido, Suzy descobrirá que está grávida. Ela estará morando na casa de amigas e correrá para sua antiga residência ao ser informada de que terá de permanecer deitada nos próximos meses porque sua gestação é de risco.

Adnéia (Ana Lucia Torre) vai aceitar o genro e se oferecerá até para lavar as calcinhas do filho

"É saudade da vida boa que levava. Eu trabalhava como uma escrava pra servir tua mulher, que é uma dondoca", vai disparar Adnéia antes de saber que será avó. A loira vai estranhar a presença de Cido e ouvirá Samuel reclamar de ela ter espalhado para todo mundo que ele é gay.

"Por que não alugou um megafone e saiu avisando para a cidade toda: 'Meu marido é gay, meu marido é gay'? Agora se atreve a vir aqui, e anunciar que voltou para morar? Está enganada. Só um doido aceitaria de volta a mulher que acabou com a sua reputação", vai contestar o personagem de Eriberto Leão.

"Tou grávida", soltará a enfermeira. Samuel se lembrará que antes de ser "tirado do armário" estava tomando um elixir africano para fazer a mulher engravidar e teve várias relações sexuais com ela.

"Eu tive um treco no hospital. Fiquei de cama, fiz uma bateria de exames. Tou grávida. Gravidez de risco. Eu não posso mais morar com minhas amigas enfermeiras. Preciso ficar em repouso, não posso fazer esforço. Senão ponho em risco a vida do bebê. Minha mãe mora longe, trabalha fora, tem outros filhos. Minha avó tem Alzheimer. Quem vai cuidar de mim?", indagará a loira.

Cido interromperá e dirá que Suzy precisa ficar. "Suzy, você vai ter meu filho. Eu vou ser pai. Mãezinha, ouviu, eu vou ser pai! Você, Suzy, é tão desastrada que nem soube dar uma notícia tão maravilhosa", falará Samuel.

A ex-mulher e o amante no mesmo teto
Cido avisará que agora mora ali, deixando Suzy escandalizada. "Larguei meu emprego e saí da minha casa. Rompi com minha noiva. Vim morar com o Samuel", contará o motorista. "Como a senhora permitiu uma pouca vergonha desse tamanho?", indagará a enfermeira à ex-sogra. 

"Eu me sacrifiquei", responderá a senhora. "Demorô. Mãe de bicha sempre faz a vítima", soltará Cido. Rolará uma briguinha caricata entre todos. "Suzy, eu resolvi aceitar meu filho. Coração de mãe é coração de mãe", falará Adnéia. "Coração de mãe de bicha é maior que espigão de apartamento. Cabe tudo", zoará o motorista.

"Chega. Ninguém aqui está discutindo minha sexualidade. Eu não sou bicha. Sou gay. Quer morar aqui, enfermeira Suzana? Então modere seu linguajar. Eu também quero esse filho. Ficará em nosso antigo quarto de casal. Será tratada como uma rainha. Mamãe cozinhará para você. Mas faça o possível para vivermos em harmonia", pedirá Samuel.


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Leia também

 

 

Últimas de O Outro Lado do Paraíso

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook