Novela das nove

O Outro Lado do Paraíso: Clara encontra tesouro de Beatriz e fica milionária

Reprodução/TV Globo

Bianca Bin (Clara) em cena de O Outro Lado do Paraíso; mocinha vai resgatar obras valiosas - Reprodução/TV Globo

Bianca Bin (Clara) em cena de O Outro Lado do Paraíso; mocinha vai resgatar obras valiosas

REDAÇÃO - Publicado em 28/11/2017, às 07h08

Clara (Bianca Bin) colocará as mãos em uma fortuna de 120 milhões de dólares após fugir do hospício em O Outro Lado do Paraíso. A mocinha seguirá as instruções para buscar obras valiosas na casa da neta golpista de Beatriz (Nathália Timberg) e, em seguida, se encontrará com o sobrinho da amiga para vender os quadros e dar início à sua vingança.

Depois de escapar da clínica psiquiátrica dentro do caixão da amiga, Clara chegará ao Rio de Janeiro e conseguirá emprego na casa de Fabiana (Fernanda Rodrigues), a neta de Beatriz. A personagem de Bianca Bin será faxineira da megera e terá acesso ao fundo falso no armário em que as obras estarão escondidas.

O próximo passo do plano será procurar Patrick (Thiago Fragoso) e pedir ajuda, mas o sobrinho de Beatriz duvidará da história de Clara no início.

"Minha tia Beatriz morreu num hospício, internada pela neta, minha prima. Sou um advogado importante, especializado em advocacia criminal. Movi mundos e fundos para libertar minha tia do hospício. Mas minha prima agiu às ocultas. Quando eu soube, tia Beatriz já estava interditada. O dinheiro, nas mãos da Fabiana. Agora vem você usar o nome da minha tia? Não vai conseguir", reagirá, incrédulo.

Patrick só acreditará que a neta de Josafá (Lima Duarte) está dizendo a verdade quando ler as cartas que a tia escreveu sobre a amiga que fez no hospício. "Se ela amava você como diz nessa carta, farei tudo o que puder", afirmará o advogado.

Clara, então, contará que conseguiu buscar as obras de Van Gogh, Picasso e Toulouse-Lautrec. "Minha tia fez um bom documento de doação. Estão corretos. Mas explique, como você tirou os quadros de lá, sem que minha prima visse?", perguntará Patrick, após ler o documento escrito por Beatriz.

"Eu me empreguei como doméstica. Quando ela foi para Angra, tirei os quadros do esconderijo", revelará a ex-mulher de Gael (Sergio Guizé). "Tirou os quadros debaixo do nariz da minha prima", constatará o advogado, antes de cair na gargalhada. "Minha prima não merecia castigo melhor. Tia Beatriz escondeu o que havia de mais valioso. E deixou para você", emendará ele.

Patrimônio
Clara pedirá ajuda para vender as obras e conseguir dinheiro para sustentar sua vingança, e o sobrinho de Beatriz explicará que as obras precisam ser vendidas no exterior para não levantar suspeitas. "Não quero que nada chegue aos ouvidos de minha prima", afirmará ele.

"As grandes casas de leilão no exterior têm interesses em adquirir obras tão valiosas. E capital. Se você colocar as obras em leilão, ganhará mais. Mas se vender diretamente a uma dessas grandes casas, receberá o dinheiro mais depressa", explicará Patrick.

A mocinha optará por vender os quadros e pegar sua fortuna o mais rápido possível, e o rapaz explicará em quanto ficará o patrimônio dela. "Você tem consciência de que cada obra vale, por alto, 50 milhões de dólares? Você terá em mãos, Clara, 150 milhões de dólares", revelará.

As cenas irão ao ar a partir do dia 7.


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Leia também

 

 

Últimas de O Outro Lado do Paraíso

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook