Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

Laços de Família: Íris enfrenta pânico para ajudar Camila e limpar sua barra; descubra

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Deborah Secco exibe um sorriso no rosto em cena como Íris em Laços de Família, reprise da Globo

Íris (Deborah Secco) em cena de Laços de Família; jovem fará exames em hospital para doar medula

PAMELA MARUL

pamela@noticiasdatv.com

Publicado em 9/3/2021 - 16h00

Mesmo com pânico de agulha, Íris (Deborah Secco) enfrentará seu medo para tentar ajudar Camila (Carolina Diekcmann) em Laços de Família. Com o intuito de limpar sua barra com a irmã mais velha, a jovem irá até o hospital para fazer exames com a esperança de ser compatível com a sobrinha e conseguir livrá-la da leucemia na novela exibida no Vale a Pena Ver de Novo.

Nos próximos capítulos, o público verá a garota com uma expressão de medo revelar que tem horror a agulha. "Nunca tomei injeção na minha vida", relatará a espevitada ao enfermeiro. "Pronto", avisará o profissional ao terminar o procedimento.

"Só isso?", ficará admirada a jovem. "Simples né? Se todo mundo soubesse que é tão fácil, tenho certeza que o número de doadores aumentaria muito", observará o enfermeiro.

Em seguida, pelos corredores do hospital, Íris encontrará César (Luiz Baccelli), médico de Camila e pedirá para conversar com ele. "Hoje, eu colhi sangue no laboratório e eu queria saber quais são as minhas chances de ser compatível com a Camila. Porque eu queria muito fazer essa doação, queria muito poder ajudar a salvar a vida dela", começará a falar a morena.

"Limpar um pouco também a minha barra com a família, né? Eu andei fazendo umas besteiras aí, queria mostrar para todo mundo que eu tô disposta a mudar, sabe?", explicará Íris, ciente de que fez muitas coisas erradas.

"Hoje, eu vim até aqui pra falar com ela, eu achava que ela ainda tava aí. Eu queria me aproximar dela, devagarzinho, pra não assustar ela. Eu queria contar pra ela o que eu fiz, contar que de repente, eu posso salvar a vida dela, porque a gente é parente, né, quase o mesmo sangue", tagarelará a garota.

Boa vontade

César ouvirá tudo com um leve sorriso no rosto, e, ao ter oportunidade, dará seu ponto de vista à menina. "Eu entendo a sua ansiedade, mas eu tenho que jogar um balde de água fria no seu entusiasmo e nas suas intenções. Mas as possibilidades de você ser uma doadora são muito remotas. Praticamente inexistentes", informará o médico.

Íris ficará chateada. "Quando você tem irmãos, filhos dos mesmos pais, a possibilidade deles serem compatíveis está em torno de 30 a 35%. Agora, à medida que esse grau de parentesco se afasta, com novos casamentos, mistura de famílias e raças, esse percentual tende a reduzir cada vez mais", detalhará o profissional de saúde.

"E no seu caso, que tem como grau de parentesco com a Camila o seu pai, que é o mesmo que o da Helena [Vera Fischer], as possibilidades são quase nulas. Eu digo quase, porque em medicina a gente nunca pode dizer que alguma coisa é impossível", deixará claro o médico.

Com lágrimas nos olhos, Íris dirá que não sabia que era assim o procedimento. "Poxa, eu fiquei tanto tempo, tanto tempo querendo fazer isso. Mas sempre eu resistia e quando eu resolvo fazer... Não dou sorte com nada mesmo", lamentará a irmã de Helena.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#49 - Tudo sobre os finais de A Força do Querer!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas suas novelas preferidas!


Últimas de Laços de Família


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas