Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

REPRESENTATIVIDADE

Globo corrige erro do passado: Mar do Sertão tem metade do elenco nordestino

RONALD SANTOS CRUZ/TV GLOBO

Isadora Cruz e Sergio Guizé estão com os rostos colados em cena de Mar do Sertão

Em Mar do Sertão, Sergio Guizé e Isadora Cruz são os protagonistas Candoca e Zé Paulino

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 6/7/2022 - 7h00

A Globo parece ter aprendido a lição com erros do passado. Em Mar do Sertão, novela que se passará em uma cidade fictícia do Nordeste, a direção escalou mais de uma dezena atores fora do eixo Rio-São Paulo: são 15 artistas nordestinos. Em 2018, a emissora foi bastante criticada por não ter atores negros e locais em Segundo Sol, ambientada na Bahia. O Ministério Público do Trabalho da Bahia chegou a notificar a TV carioca pela baixa representatividade de pessoas negras no elenco.

Na época da exibição da novela de João Emanuel Carneiro, a "Bahia branca" foi criticada pelo público e virou motivo de piadas nas redes sociais. Após a notificação do Ministério Público do Trabalho  --que também orientava a emissora a tomar 14 medidas para promover maior inclusão de atores negros na trama--, o autor passou a escalar negros para papéis secundários e transitórios, além de figurantes.

A história de Mario Teixeira para a faixa das seis, no entanto, tem a proposta de brincar com os estereótipos já mostrados sobre a região, mas terá um pano de fundo com foco na transformação e na representatividade.

"Uma das coisas mais felizes para mim é saber que a gente está contando uma história nordestina com muita representatividade, começando pelo nosso autor e pelo nosso elenco, porque mais da metade do nosso elenco é nordestino", ressaltou o diretor Allan Fiterman em workshop sobre a novela.

Foram dois dias de imersão no evento, que aconteceu nos Estúdios Globo. Com o intuito de aprofundar diferentes temáticas que serão trabalhadas ao longo da novela, o workshop promoveu o primeiro encontro de todo o elenco, além da presença da direção, equipe técnica e pesquisadores.

reprodução/instagram

Elenco reunido em workshop de Mar do Sertão

Com autoria de Mário Teixeira, escritor de O Tempo Não Para (2018) e Liberdade, Liberdade (2016), a obra promete uma narrativa leve e divertida, reforçando ao público os reais valores da cultura nordestina, ao brincar com estereótipos.

​​​​​​​"A gente está estabelecendo um lugar no Nordeste, mas não é um lugar real. Vamos para o lúdico de uma maneira que ao mesmo tempo que embasamos muito na realidade, também vamos fugir um pouco dela. Isso tudo para entreter cada vez mais as pessoas e poder brincar com os arquétipos que o Mário escreveu. Essa é uma novela de personagens. A gente vai trabalhar em cima do elenco, em cima da construção dos personagens acima de tudo", contou o diretor no painel de abertura.

A oficina teve conversas sobre o conceito artístico da nova obra, colocando todos a par dos núcleos e dos personagens. O time de Desenvolvimento Artístico ainda proporcionou um breve panorama de novelas ambientadas no Nordeste, com o jornalista e roteirista Thiago Stivaletti.

No primeiro dia também rolou a leitura do capítulo de estreia da novela, com muito bom humor e descontração de todos. Já no segundo, o evento deu continuidade aos debates sobre a desconstrução de estereótipos, ao exibir a peça A Invenção do Nordeste, dirigida por Quitéria Kelly, que também estará na equipe da obra.

reprodução/instagram

O autor e o diretor da próxima novela das seis

Protagonista paraibana

Prevista para ter 167 capítulos, Mar do Sertão narrará a história de Candoca, que será interpretada pela atriz paraibana Isadora Cruz, uma sertaneja valente e corajosa que tem um romance com Zé Paulino, vivido por Sergio Guizé. Depois de ter seu amado dado como morto, a mocinha se verá obrigada a se casar com Tertulino, interpretado por Renato Góes. Anos depois, Paulino ressurgirá das cinzas, disposto a recuperar tudo o que perdeu.

Além do trio protagonista, a obra ainda terá nomes como Deborah Bloch, Enrique Diaz, José de Abreu e Caio Blat. José Dumont e Nanego Lira, ambos da Paraíba, também terão papéis importantes, assim como Cyria Coentro e Érico Brás, naturais da Bahia.

Fiterman, que foi também diretor artístico de Quanto Mais Vida, Melhor! (2021) ainda ressaltou esse novo olhar que a obra pretende trazer para as telas em relação a regionalidade nordestina.

"A nossa novela é solar. Ela é alegre, tem comédia e é isso o que estamos tentando retratar: o sertão e o Nordeste com muita cor, que foi muito do que a gente viu viajando por lá".

Mar do Sertão vai substituir Além da Ilusão a partir de 22 de agosto. Confira os resumos da novela das seis da Globo que o Notícias da TV publica diariamente.


Saiba tudo que vai rolar nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros Ouça "#108 - Pantanal: José Lucas passa dos limites e enfrenta fúria de Maria Marruá!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Além da Ilusão.


Últimas de Mar do Sertão

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.