Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FUTURO DA PERSONAGEM

Max teve morte cerebral em Stranger Things 4? Entenda o que isso significa

REPRODUÇÃO/NETFLIX

Imagem de Sadie Sink como Max durante cena da 4ª temporada de Stranger Things

Sadie Sink como Max em cena de Stranger Things 4; personagem terminou a temporada em hospital

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 6/7/2022 - 6h25

[Atenção: Contém spoilers da quarta temporada de Stranger Things]

Após a repercussão do fim da 4ª temporada de Stranger Things, os irmãos Matt e Ross Duffer, criadores da série da Netflix, confirmaram um destino triste para Max (Sadie Sink). Em sua última cena, a personagem aparece em coma, com os braços e pernas engessados, em uma cama de hospital. Alvo de Vecna (Jamie Campbell Bower), a queridinha do público teve morte cerebral (ou encefálica). Mas o que isso significa para o futuro dela na série?

"Certo, Max sofreu morte cerebral, mas está viva (por aparelhos). Morte cerebral, cega e todos os ossos quebrados, mas ela está viva. Ela já viu dias melhores com certeza", explicaram os irmãos Duffer, em entrevista ao Happy Sad Confused.

A morte cerebral aconteceu após Max sofrer mais um ataque de Vecna. O vilão, no entanto, não concluiu o assassinato porque foi interrompido por Eleven (Millie Bobby Brown). O ritual foi suficiente para cegar a namorada de Lucas (Caleb McLaughlin) e deixá-la com os braços e pernas quebrados.

Após ter o coração parado durante alguns minutos, Max foi "ressuscitada" por El, por meio de telepatia. Mas a heroína se desconectou antes de saber se a amiga havia sobrevivido ou não.

Ao chegar em Hawkins e ser atualizada do estado de saúde da ruivinha, Eleven tentou entrar na mente dela, mas não a encontrou. A morte encefálica, inclusive, pode explicar esse "sumiço", já que os pensamentos dela não estão mais lá.

O que é morte cerebral?

Em termos clínicos, Max só está viva por causa dos aparelhos, e não pela vontade de viver que ela expressou instantes antes de ficar desacordada. O Notícias da TV conversou com o neurologista Adalberto Studart Neto, da Academia Brasileira de Neurologia, que explica: 

A morte encefálica é a perda das funções cerebrais, sendo incapaz manter as funções respiratórias e cardiovasculares sem ajuda de aparelhos. Historicamente, definia-se a morte de um indivíduo a partir da falência cardiorrespiratória. Entretanto, com advento de métodos de suporte avançado de vida, pacientes com lesões neurológicas graves e irrecuperáveis passaram a ter suas funções vitais mantidas artificialmente.

Apesar de terem confirmado o quadro clínico de Max, os irmãos Duffer não traçaram a morte como destino final da personagem de Sadie. Mas as esperanças são pequenas, pois a morte cerebral é irreversível na vida real.

De acordo como neurologista, os critérios de morte encefálica são baseados nos seguintes princípios: "Reconhecimento de uma causa conhecida e irreversível para o coma; demonstração de um coma em que o indivíduo não tenha mais nenhuma consciência de si e do meio externo e ausência de reflexos do tronco encefálico; evidência de falência do centro respiratório pelo teste da apneia; e a confirmação da ausência de perfusão sanguínea, de atividade elétrica ou metabólica encefálica por meio de exames complementares".

As circunstâncias da morte cerebral de Max em Stranger Things foram, obviamente, diferentes do que a medicina pode explicar na vida real. É possível que os criadores promovam uma reviravolta clinicamente improvável para a personagem de Sadie Sink na quinta temporada da série da Netflix, que será a última --não há confirmação de quando os novos episódios ficarão disponíveis.

Relembre abaixo a cena de Eleven "ressuscitando" Max:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.