PEDRO ALVES

Gay em Malhação, ator revela como foi assumir bissexualidade para a família

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator Pedro Alves como o personagem Guga, expressando choro, de Malhação Toda Forma de Amar, da Globo

Em Malhação, Guga (Pedro Alves) recebe o apoio da mãe ao revelar que é gay; ator é bissexual na vida real

REDAÇÃO - Publicado em 11/10/2019, às 09h54

Pedro Alves, que interpreta um personagem homossexual que sofre preconceito do próprio pai em Malhação - Toda Forma de Amar, revelou como foi assumir sua bissexualidade na vida real para a família. Apesar de ter namorado várias meninas na adolescência, um dia o ator chegou com um menino em casa, e seu pai agiu naturalmente. "Ele disse que ele poderia dormir lá em casa, sem problemas", contou.

Em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Alves ressaltou como não passou pelos mesmo problemas de Guga na novela da Globo. "Não houve um dilema. Foi uma coisa natural. Não teve uma ocasião específica em que precisei falar sobre a minha sexualidade", afirmou o ator, que atualmente está com 26 anos.

Em Malhação, Guga é gay, namora Serginho (João Pedro Oliveira) e descobrirá que é o pai do filho que Meg (Giulia Bertolli) espera. A paternidade precoce alegrará Max (Roberto Bomtempo), que acreditará que a notícia fará com que o filho "deixe de ser gay"

Alves disse que torce para que o pai fictício aceite Guga como ele é. "O Max não é uma pessoa ruim, ele é ignorante. Não sabe lidar com a situação por completo desconhecimento. Mas eles se amam muito", pontuou. 

No mês passado, Guga e Serginho protagonizaram o primeiro beijo gay da novela adolescente nesta temporada. Em Viva A Diferença (2017), as personagens Samantha (Giovanna Grigio) e Lica (Manoela Aliperti) também se beijaram. 

Pedro Alves contou sobre a repercussão positiva a respeito do casal, que tem uma torcida gigante do público jovem. "Após a cena [do beijo], foi uma festa só. Agora, tenho recebido muitas mensagens de apoio ao personagem por ele ter se assumido gay para a família", disse. 

O ator reconheceu a importância da representatividade em uma trama que é assistida por tantas pessoas, ainda mais levando em consideração o atual contexto político-social do país. "Neste momento em que vemos tantos casos de preconceito, a novela surge como um lugar para gerar discussões. Algumas pessoas cresceram com uma mentalidade ultrapassada e precisam se atualizar", avaliou Alves. 

"Nas ruas, pessoas mais velhas vêm falar comigo que estão torcendo também. Isso para mim é gratificante. Até agora, o retorno foi positivo. Não vi mensagens de ódio", finalizou o ator.

Últimas de Malhação

Resumos semanais

Resumo da novela Malhação: Capítulos de 12 a 22/11

Terça, 12/11 (Capítulo 151)
Lígia diz a Rita que suas visitas a Nina serão mantidas. Marco atrapalha o namoro de Cléber e Anjinha. Lígia decide convocar Rui para um audiência com o juiz, e Joaquim discorda. Milena se anima ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook