Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DECEPÇÃO

Filhos levam Eli à ruína na primeira temporada de Reis; saiba como será

BLAD MENEGHEL/RECORD

José Rubens Chachá em cena de Reis: ator está com barba grisalha e usa turbante branco na cabeça

Eli (José Rubens Chachá) terá problemas por conta de filhos rebeldes em Reis, novela da Record

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 15/3/2022 - 14h18

Com estreia marcada para o próximo dia 22, a primeira temporada de Reis abordará os conflitos que cercam Eli (José Rubens Chachá) e seus dois filhos, Hofni (Vinícius Reed) e Fineias (Edu Porto). Os jovens vão trazer sérios problemas ao pai, que é uma autoridade em Israel. O juiz fará vista grossa para os herdeiros, enquanto será justo e correto com o restante do povo. 

"Esse primeiro juiz que vamos falar, Eli, aparentemente é um homem de Deus porque era o sumo-sacerdote responsável pelo tabernáculo. Ele seguia todos os mandamentos e guiava o povo em retidão, mas tinha dois filhos que faziam coisas erradas", contou a autora da trama, Raphaela Castro, em entrevista ao Jornal da Record de segunda-feira (14).

Por conta das más ações dos herdeiros, Eli viverá um momento de instabilidade no poder das tribos de Israel. "É nesse período que as tribulações acontecem. É dever dele manter a ordem e a disciplina, porém, sem perceber, se perde em sua fé e deixa de olhar para as coisas de Deus", explica o ator José Rubens Chachá, que interpreta o juiz.

Os filhos de Eli ajudam o pai no trabalho do tabernáculo, que é o espaço destinado aos hebreus para se aproximarem de Deus. Por isso, eles acreditam que estão acima do bem e do mal. "Pela posição de destaque que ocupam, eles pensam que podem agir como bem entendem e é aí que cometem muitos erros", pontuou Vinícius Reed, intérprete do rebelde Hofni.  

Apesar de Eli estar em um cenário cheio de mentiras e desavenças, Samuel (Rafael Gevú) vai se destacar por sua bondade. Ele foi criado juntamente com Hofni e Fineias, mas em nada se assemelha com a dupla de irmãos rebeldes. "Apesar de tudo que acontecerá, ele tomará atitudes que surpreenderão a todos", admitiu Rafael Gevú. 

Sacrifício pelo amor 

Além dos problemas de Eli, a primeira temporada de Reis abordará um entrave no relacionamento de Ana (Branca Messina) e Elcana (Fernando Pavão). Apesar de ter muito amor entre eles, o homem terá que se casar com Penina (Julia Guerra) porque sua primeira mulher é estéril. 

"Ela é muito apaixonada por seu marido, mas nessa época em que eles vivem é inconcebível que uma mulher não gere filhos. Por isso, ele se casa com Penina. Ela vai atormentar muito a Ana", acrescentou Branca Messina. 

Apesar de Penina entrar na vida do casal, o ator Fernando Pavão dá um spoiler do que a segunda mulher irá enfrentar: "Ele só tem olhos para sua esposa Ana e, no meio de tanta corrupção, sua atitude vai se destacar". 

A trama do casal, inclusive, assemelha-se muito ao que foi mostrado na terceira fase de Gênesis. Lá, Abraão (Zécarlos Machado) se deitou com a Agar (Hylka Maria) a pedido de Sara (Adriana Garambone). A hebreia também tinha problemas para gerar filhos. 

A egípcia deu à luz Ismael (Henrique Camargo) e exigia que o menino fosse herdeiro do acampamento de Abraão. Ela começou a ter brigas homéricas com Sara até ser expulsa do assentamento juntamente com o filho rebelde.  


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas novelas.


Últimas de Novela Reis


Resumos Semanais

Novela Reis: Resumo dos próximos capítulos da trama da Record - 20 a 27/5

Sexta, 20/5 (Capítulo 44)
Israelitas se preparam para guerra. Aionã se desentende com Saul. Maya tenta convencer Jônatas a acompanhá-lo. Kayla discute com Baaná e em seguida cai em lágrimas.  Segunda, 23/5 (Capítulo 45)
Anciões comemoram aliviados uma notícia trazida ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.