Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PRECONCEITO

Fernanda Montenegro: 'O público aceita jovem gay, mas senhoras lésbicas, não'

Raquel Cunha/TV Globo

Fernanda Montenegro em cena com Bianca Bin em O Outro Lado do Paraíso, da Globo - Raquel Cunha/TV Globo

Fernanda Montenegro em cena com Bianca Bin em O Outro Lado do Paraíso, da Globo

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro

Publicado em 3/11/2017 - 5h26

Aos 88 anos, Fernanda Montenegro está de volta ao horário nobre com a mística Mercedes de O Outro Lado do Paraíso. Em uma trama polêmica, ela pede que o telespectador respeite o trabalho dos profissionais, sem se antecipar com condenações. Fernanda não quer ver novamente uma rejeição igual à sofrida pela personagem lésbica que interpretou em Babilônia, em 2015, que beijou a companheira logo nos primeiros capítulos.

"Eu acho que o público sempre aceita o jovem gay. Mas duas senhorinhas lésbicas, de oitenta e tantos anos, e ainda trocando um ligeiro beijo na boca... Isso foi um escândalo maluco, inexplicável, assustador. A gente pensa que o mundo caminha, mas não. Há preconceito para não mostrar isso na idade mais velha. Pensam: 'Vamos deixar na mocidade. Até os 40 anos é suportável. Depois disso, pelo amor de Deus. Não me faça esse desaforo'", opina.

Fernanda diz que comemorou a aceitação do transexual Ivana/Ivan (Carol Duarte) em A Força do Querer e espera muito que as novelas continuem nessa toada. Para a atriz, as proibições nas artes, sejam elas quais forem, são atos reacionários. "O careta tem todo direito de ser careta, mas o fato de querer extinguir o contrário é amedrontador", diz. 

Mesmo assim, Fernanda tem boas espectativas em relação a O Outro Lado do Paraíso. Segundo a atriz, são cerca de 60 atores fora a figuração, todos empenhados em levar o melhor para quem está em casa. "Não é uma brincadeira, uma festinha de amigos, entende?", pondera.

"Estamos numa posição homérica, somos centenas de pessoas entre autores e técnicos. Sabemos que esse é um tributo a uma plateia que vem nos acompanhando. Não vamos brincar", declara.

joão miguel jr./tv globo

Casal em Babilônia, Fernanda e Nathalia Timberg não vão contracenar juntas na nova novela

As vozes do Além
Para a atriz, Mercedes representa o misticismo mesmo para quem não acredita em nada. É uma mulher simples, descompromissada, sem qualquer sofisticação ideológica. "É a fé do povão", sintetiza. 

Ela até brinca que a personagem já está do "Outro Lado", mas fica aqui na Terra para fazer o bem porque acredita que essa é sua missão. "A personagem é muito à frente de seu tempo porque ela é muito antiga no seu sentimento. Quando eu digo antigo, não é velho. É antigo. São sentimentos primitivos puros. Espero dar conta."

Essa é a segunda vez que faz uma personagem mística na TV. A primeira foi a líder espiritual Vó Manuela, da minissérie Riacho Doce (1990). Mercedes é inspirada em uma vidente que o autor Walcyr Carrasco conheceu no Tocantins, onde se passa a maior parte da trama. 

Toda natural
A veterana conta que demorou um pouco para se acostumar com seu "novo" visual: cabelos brancos. Mas está confortável. Ela se diverte com perguntas sobre vaidade. Diz que não se priva de comer nada, apesar de não comer mais como antigamente. Magra por genética, ela fala até que agora está gorda, costumava pesar dez quilos a menos. 

Passa um creminho aqui, outro ali, mas nunca fez plásticas. A atriz acha que as cirurgias estéticas não são boas para os atores.

"Quanto mais se opera, mais se fica deslocado do seu tempo. E aí não tem papel. Não se é mais jovem por motivos óbvios, não se está na meia-idade, mas tirou todas as possíveis rugas e papos. Por isso, nem é possível encenar a velhice. O cara não vai para lugar nenhum. Fica indefindo", observa.

Veterana, ela diz que é viciada em trabalho, e se aposentar está fora de cogitação. 


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Últimas de O Outro Lado do Paraíso


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?