balanço da novela

De incentivo à leitura a romance rejeitado: O melhor e o pior de Bom Sucesso

Reprodução/Globo

Os atores Antonio Fagundes e Grazi Massafera em cena como Alberto e Paloma no Carnaval em Bom Sucesso

Alberto (Antonio Fagundes) e Paloma (Grazi Massafera) no Carnaval foi um ponto alto em Bom Sucesso

REDAÇÃO - Publicado em 24/01/2020, às 05h24

Bom Sucesso chega ao fim nesta sexta (24) como uma novela bem avaliada pela crítica e com boa audiência. A história de Rosane Svartman e Paulo Halm exibiu dramas, amores e descobertas de Paloma (Grazi Massafera), promoveu uma reflexão sobre a vida e a morte com Alberto (Antonio Fagundes) e sai do ar com a sensação de dever cumprido.

Entre altos e baixos, destacam-se positivamente as cenas do Carnaval, exibidas na quarta (22). As imagens foram gravadas há quase um ano e emocionaram os telespectadores.

Nos destaques negativos, o excesso de violência foi um ponto de incômodo para o público. A sugestão de que Alberto e Paloma poderiam formar um casal também foi mal recebida. 

Veja cinco pontos que funcionaram e cinco que deram errado em Bom Sucesso:

O que funcionou:

Paloma, mocinha com personalidade

Paloma foi uma mocinha que gerou identificação com o público. De origem humilde, ela se mostrou uma mulher batalhadora, que criou três filhos sozinha, sempre trabalhou bastante e não perdia a fé na vida. A protagonista também não levou desaforo para casa: deu alguns "chega pra lá" em Marcos (Romulo Estrela), Diogo (Armando Babaioff) e Elias (Marcelo Faria). Após várias tentativas flopadas, Grazi Massafera conseguiu se firmar como mocinha de novela de sucesso.

Diogo, vilão com carisma

O vilão de Bom Sucesso foi um pacote completo. Cometeu dezenas de atrocidades, matou sem dó, falou os maiores absurdos e até fez referências a declarações do presidente da República, Jair Bolsonaro. Além de ser o malvado mais cruel da teledramaturgia atual, Armando Babaioff também demonstrou carisma e conseguiu fazer o público rir mesmo nos momentos mais surtados de Diogo.

Incentivo à leitura

Durante toda a novela, vários trechos de livros se mesclaram à trama, em mensagens que faziam referências à história dos personagens e ofereciam ao telespectador uma nova perspectiva em relação à literatura. Bom Sucesso fez um belo trabalho de apresentação a várias obras clássicas e ao incentivo à leitura e à cultura.

Reflexão e sensibilidade

A novela trouxe uma interessante reflexão sobre a morte, um tema pouquíssimo explorado na teledramaturgia. Retratou o fim da vida de forma leve e da perspectiva tanto de quem sofre com a iminência da morte quanto dos familiares de quem convive com alguém nessa situação. O luto e a doença foram temas bem aproveitados em cenas emocionantes, como as de Sofia (Valentina Vieira) com Alberto.

Outros temas "pesados" também tiveram abordagens sensíveis e doces, como o momento em que Alice (Bruna Inocencio) falava sobre o assédio sexual que sofreu e as sequências entre Mario (Lucio Mauro Filho) e Nana (Fabiula Nascimento) após ela perder o bebê.

Cenas de Carnaval

A equipe de Bom Sucesso teve um bom planejamento: gravou cenas da última semana da novela quase um ano antes de irem ao ar. As sequências em que Alberto e Paloma desfilam na Sapucaí foram gravadas no Carnaval de 2019 para aproveitar a avenida cheia num dia de desfile real. O resultado na tela realmente impressiona: as cenas tiveram alta qualidade estética, e o desfile dos protagonistas, pouco antes da morte do idoso, impressionou e emocionou.

O que flopou:

Enrolação

Em seus últimos meses, houve momentos em que a história se passou de forma um tanto arrastada, sem muita novidade para o público. Foi o caso da doença de Gabriela (Giovanna Coimbra), que ficou duas semanas internada esperando uma transfusão de sangue, numa clara enrolação de roteiro.

Crimes demais

A novela foi um tanto criticada pelo público por ter trama com muito crime e violência. Só Diogo cometeu vários, de corrupção a sequestro, além de quatro assassinatos e estupro marital. Além disso, logo na semana do Natal, houve o desfecho da trama de Elias, com chantagem, tiros, perseguição e assassinato. 

Romance entre Alberto e Paloma?

Apesar de muitos fãs da novela preferirem esquecer que isso aconteceu, houve um momento em que Alberto confessou que era apaixonado por Paloma. Marcos até pensou em terminar o namoro com a costureira para que seu pai não sofresse ao vê-los juntos. Mas, desde o início da novela, a relação entre os dois sempre foi muito mais de amigos do que de casal, e uma insinuação de que a funcionária e o patrão poderiam ter um romance foi recebida com repulsa por parte do público. 

Questões sociais apagadas

No núcleo de moradores de Bom Sucesso, algumas tramas relacionadas a questões sociais passaram um tanto quanto batidas. O projeto de Ramon (David Junior) de oferecer aulas de basquete no bairro aconteceu, mas não teve nada demais. As tramas do esporte giraram sempre em torno dos romances de Gabriela.

A personagem transexual Michelly (Gabrielle Joie) também apareceu pouco e fez o mesmo protesto no início e no fim da novela, pelo direito de usar o banheiro feminino.

Clichês

Bom Sucesso não escapou dos clichês que telespectadores já viram mil vezes em novelas. Marcos caiu em dois no mesmo dia. Primeiramente, uma mulher contratada por Diogo se deitou em sua cama e armou um flagra para Paloma. Logo em seguida, o vilão denunciou o mocinho por tráfico de drogas, e a polícia encontrou um pacote de cocaína que foi plantado no quarto para incriminá-lo. Faltou criatividade.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Bom Sucesso e de outras novelas!

Últimas de Bom Sucesso

Resumos semanais

Resumo da novela Bom Sucesso: Capítulos de 22 a 25 de janeiro

Quarta, 22/1 (Capítulo 153)
Nana consente que Batista leve Alberto para o Sambódromo. Ramon conta ao garçom da pousada seu plano para pedir Francisca em casamento. Vera deixa escapar para Eugênia que Vicente foi para um camping. Francisca aceita ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook