Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ACABARÁ COM ALEGRIA

Dalva descobre segredo de Dinorá e arma vingança em O Cravo e a Rosa

FOTOS: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Bia Nunnes, caracterizada como a Dalva de O Cravo e a Rosa; ela exibe um semblante preocupado enquanto encara colega de colega de elenco em gravação de cena

Dalva (Bia Nunnes) armará para ferrar a vida de Dinorá (Maria Padilha) em O Cravo e a Rosa

SABRINA CASTRO

sabrina@noticiasdatv.com

Publicado em 15/3/2022 - 14h39

Dinorá (Maria Padilha) provará do próprio veneno após revelar o segredo de Candoca (Miriam Freeland) em O Cravo e a Rosa. A mãe da moça, Dalva (Bia Nunnes), descobrirá que a ricaça tem um caso com Celso (Murilo Rosa). A costureira se aliará a Kiki (Rejane Arruda), Lourdes (Carla Daniel) e Bárbara (Virginia Cavendish) para se vingar. Elas armarão para Cornélio (Ney Latorraca) flagrar a traição.

Em cenas que irão ao ar nos próximos capítulos, Edmundo (Ângelo Antônio) tomará satisfações com Celso. O músico terá ofendido gravemente a ex-namorada, depois que ficar sabendo que ela não é mais virgem. Durante a conversa, o estudante confessará que tem um caso com uma mulher casada.

Mais tarde, o professor transmitirá a informação à dona da pensão. Esperta, ela perceberá que as características da mulher coincidem com as de sua prima. Aliás, esse seria um ótimo motivo para o segredo da mocinha ter caído nos ouvidos do namorado. 

Por isso, ela seguirá o rapaz e o verá entrando no apartamento de Kiki. Poucos minutos depois, quem passará pela porta do prédio será a "manga rosa". O flagra será tudo o que a costureira precisa. Primeiramente, ela procurará Bárbara e Lourdes, que poderão ajudá-la a pressionar a garçonete. Em troca, a mãe de Candoca oferecerá vestidos.

Kiki (Rejane Arruda) exibe empolgação ao armar plano

Kiki se dará bem com armação contra Dinorá 

Na sequência, a dona da pensão buscará a funcionária da confeitaria. Ela ameaçará acabar com o restante da reputação de Kiki, mas a ruiva conseguirá virar o jogo. A mulher elaborará uma armação que, além do flagra que a costureira necessita, encherá o bolso da autora do plano.

Primeiro, você vai pedir para o marido dar um colar de brilhantes a ela. Depois, eu exigirei que a Dinorá me dê um colar exatamente como o que ganhou. Ela acabará cedendo, porque está com medo, e o colar será meu. Quanto tiver uma festa, diga o marido para exigir que ela use a joia. 

A costureira logo perceberá qual o fim da história. "Cornélio ficará cheio de suspeitas. Então, eu digo para ele vir até aqui, em determinado horário...", dirá a mulher. "Eu entregarei a chave...", continuará a garçonete. "E ele pegará os dois juntos", cravará a mãe de Candoca.

Elas colocarão o plano em prática, mas não terão êxito. Dinorá perceberá a enrascada e pedirá para Heitor (Rodrigo Faro) recuperar a joia. Porém, a situação deixará a dondoca cheia de medo. Ela terminará seu caso extraconjugal, mas reatará com Celso pouco tempo depois.

Na reta final do folhetim, porém, Cornélio descobrirá a traição da mulher. Ela comerá o pão que o diabo amassou por um período, mas o ricaço reatará a relação no último capítulo. 

Escrita por Walcyr Carrasco e dirigida por Walter Avancini, O Cravo e a Rosa foi ao ar pela primeira vez em 2000. O folhetim bateu recorde em sua última reapresentação no canal Viva.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em O Cravo e a Rosa e em outras novelas:


Últimas de O Cravo e a Rosa

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.