Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA

Cramulhão e espíritos voltam a brilhar no horário nobre da Globo com Renascer

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Humberto Carrão está olhando para o céu em cena de Renascer como o personagem José Inocêncio

José Inocêncio (Humberto Carrão) vai ter um diabinho preso em uma garrafa em Renascer

MÁRCIA PEREIRA, colunista

marcia@noticiadastv.com

Publicado em 22/1/2024 - 6h10

O cramulhão, que tanto intrigou e enfeitiçou o público de Pantanal em 2022, está de volta à faixa das 21h da Globo. Agora, o diabo será praticamente o segredo do sucesso de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira), e o coronelzinho vai explorar a curiosidade de todos os personagens em torno do ovo do coisa-ruim que ele chocou até fazer nascer a criatura demoníaca, que fica presa em uma garrafa.

O universo místico faz parte da saga rural criada por Benedito Ruy Barbosa e que foi ao ar em 1993 pela primeira vez. O remake vai manter peças do imaginário popular entre outras crendices, mas acrescentou um pastor à história e transformou alguns personagens em evangélicos na intenção de não ver os telespectadores cristãos rejeitarem a trama, que conta com uma mãe de santo e um padre.

Inácia (Edvana Carvalho) anunciará que o protagonista é protegido por forças sobrenaturais assim que colocar os olhos nele mais morto do que vivo no primeiro capítulo, no ar nesta segunda-feira (22). Volta e meia, ela vai soltar que os espíritos estão lhe dizendo algo, mas não entrará em confronto com aqueles que tiverem outras religiões. 

Ela acolherá José Inocêncio depois que ele for despelado em um ataque covarde de capangas do coronel Firmino (Enrique Diaz), que o deixarão sangrando e pendurado numa árvore para morrer como se fosse um banquete servido para todo o tipo de bicho.

Essa história vai virar lenda na segunda fase da trama e será repetida muitas vezes diante de personagens boquiabertos. Outra história que vai correr de boca em boca será a justificativa para todo o sucesso que o coronelzinho conquistará em um cenário tão adverso e em tão pouco tempo.

Quando ele assumir as terras de uma viúva, todos os produtores de cacau do Sul da Bahia estarão falindo por conta de uma praga que vai assolar as plantações, a vassoura-de-bruxa. 

Para completar, José Inocêncio vai escapar de muita tocaias. Seu santo, quer dizer, seu diabo protetor, então, ganhará fama rapidamente. Muitos vão dizer que ele tem pacto com o cão e corpo fechado pelo demônio. Mas sua casa também vai ter um altar no canto da sala com uma imagem de Nossa Senhora, a santa madrinha dele.

Vai pairar uma dúvida eterna de qual entidade abriu de fato os caminhos para a fortuna de José Inocêncio, e a maioria vai acreditar na explicação de que ele saía montado em um bode preto de olhos vermelhos e voava por cima de suas roças, com o bicho sobrenatural mijando em cima de cada pé de cacau, que depois florescia, e cada flor virava fruto.

Para dar ainda mais margem à imaginação, José Inocêncio vai alimentar os causos. "É verdade. Eu crio um cramulhãozinho lá dentro de casa... Na verdade, ele e o meu facão foram as únicas coisa que eu trouxe quando vim pra cá", revelará José Inocêncio em cenas da trama.

A nova versão de Renascer é adaptada por Bruno Luperi, neto de Ruy Barbosa que também fez a atualização de Pantanal para a Globo há dois anos. O remake estreia nesta segunda-feira, com um capítulo especial que terá cerca de uma hora e meia de duração. 


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas:


Resumos Semanais

Renascer: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 12 a 27/4

Sexta, 12/4 (Capítulo 71)
Eliana ensina estratégias para Mariana. As duas conversam e Inácia estranha a proximidade das duas. Egídio comenta com Marçal que vai demitir funcionários da sua fazenda. Eliana bajula José Inocêncio. Lu chama a atenção de Zinha ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.