Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DANI ORNELLAS

Atriz reescreve os livros de História da infância em Nos Tempos do Imperador

VICTOR POLLAK/TV GLOBO

A atriz Dani Ornellas caracterizada como Cândida em cena de Nos Tempos do Imperador

Dani Ornellas interpreta Cândida em Nos Tempos do Imperador: inspirada em figuras reais da História

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 16/8/2021 - 6h25

Os olhos de Dani Ornellas se enchem de água ao caminhar pelas ruas da Pequena África reconstruída nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, para as gravações de Nos Tempos do Imperador. Intérprete de Cândida, a atriz se emociona pela chance de finalmente dar visibilidade a figuras que foram apagadas pelo tempo e sequer figuram nos materiais didáticos sobre a História do Brasil.

"Se os meus colegas que interpretam personagens históricos se depararam com diversas lacunas durante as suas pesquisas, imagina para mim? O que eu aprendi sobre mulheres como Cândida não saiu dos livros de História, mas das lições da minha mãe Luísa Margarida, que é professora, fazia questão de me dar", pontua a artista ao Notícias da TV.

A mulher de dom Olu (Rogério Brito) é um papel ficcional dentro do folhetim de Alessandro Marson e Thereza Falcão, mas não deixa de ser baseada em pessoas reais que cruzaram as ruas do Império durante o século 19.

"Eu me inspirei na Luiza Mahim [revolucionária e mãe do abolicionista Luís Gama] e na Tereza de Benguela, que conduziu um quilombo com quase mil pessoas entre pretos, indígenas e brancos. Onde está a história dessa mulher e por que eu não aprendi sobre ela na escola?", questiona a caxiense. 

Cândida, aliás, exerce esse papel de liderança na novela das seis ao acolher negros e negras que fogem não só dos horrores da escravidão, mas ainda os alforriados que precisam lidar com a repressão da polícia e do Estado --ilustrada pelos mandos e desmandos do capitão Borges (Danilo Dal Farra).

JOÃO MIGUEL JUNIOR/TV GLOBO

Dom Olu e Cândida em Nos Tempos do Imperador

"Ela me dá a oportunidade de ficar perdida em meio a histórias que são minhas e não foram contadas para mim, até para que eu possa contar às nossas crianças e adultos que nós, negros, não descendemos de escravizados e, sim, de reis e rainhas", acrescenta.

O próprio Pedro (Selton Mello) reconhece a nobreza de Cândida e de sua família, num gesto que não se trata de mera licença poética. O monarca real também dividia a sua coroa com parte da realeza africana que reproduzia no Brasil as relações do outro lado do Atlântico. "A gente quer dar voz e corpo a essas histórias que não estão nos nossos livros", arremata Dani.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Nos Tempos do Imperador e outras novelas.


Últimas de Nos Tempos do Imperador


Resumos Semanais

Resumo da novela Nos Tempos do Imperador: Capítulos de 2 a 5/2

Quarta, 2/2 (Capítulo 153)
Tonico foge com Dominique, e Borges o observa de longe. Isabel se desculpa por ter viajado sem avisar a Teresa. Samuel e Pilar encontram Salustiano. Nélio localiza Mercedes. Tonico é perseguido durante sua fuga com Dominique ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.