Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DEIXA A DESEJAR

Amor de Mãe cumpre cota LGBTQ+ com personagem tapa-buraco e orelha

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

No fundo da foto, ator Giulio Lopes, sentado em um sofá, caracterizado como o Miguel de Amor de Mãe. No primeiro plano, está Malu Galli, na pele de Lídia

Miguel (Giulio Lopes) não se cansa de ouvir as reclamações de Lídia (Malu Galli) na novela das nove

MÁRCIA PEREIRA e DANIEL FARAD

Publicado em 30/1/2020 - 4h53

Realista e com um texto que mete o dedo nas feridas da sociedade, Amor de Mãe deixa a desejar na representação da diversidade sexual. Até agora só tem Miguel, papel de Giulio Lopes, que é um homossexual maduro e bem resolvido. O personagem é interessantíssimo, mas não teve sua história apresentada ainda.

Ele virou tapa-buraco, como advogado no lugar de Vitória (Taís Araujo), profissional que não podia ir contra seu principal cliente, Álvaro (Irandhir Santos), até esta semana. Com isso, o que o público viu de Miguel foi a função de ser a "orelha" para os desabafos de Lídia (Malu Galli) e de Davi (Vladimir Brichta).

Desde suas primeiras cenas, o personagem chamou a atenção porque é um pai muito amigo do ambientalista. Ele também teve uma cena em que brincou com o fato de seu namorado ficar com ciúmes de Lídia, já que ele estava dando muita atenção à amiga recém-separada de Raul (Murilo Benício).

Miguel, porém, não evolui na trama. Nada se sabe sobre seu passado, sobre a relação dele com a mãe de Davi ou como é sua vida atualmente. Também não se sabe se a autora está guardando algo para ele, já que a novelista e sua equipe optam por esconder o que está por vir.

O folhetim de Manuela Dias costuma ser elogiado por críticos ao escapar justamente de estereótipos e reducionismos ao retratar personagens que se enquadram em alguma minoria. Vitória é um dos principais exemplos: uma mulher negra, bem-sucedida, que não precisa ficar justificando a todo momento como se tornou uma das maiores advogadas do país.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Miguel (Giulio Lopes) é pai de Davi (Vladimir Brichta): sua família se resume ao ambientalista

Camila (Jéssica Ellen) também costuma ser lembrada por representar uma parcela da população até então sem muita visibilidade em novelas. Seu discurso de formatura foi aplaudido nas redes sociais por abordar a realidade dos estudantes de baixa renda que se tornaram os primeiros da família a conquistar um diploma de curso superior.

Porém, a novelista derrapa quando o assunto é Miguel. Ele é praticamente assexuado, já que seu interesse amoroso é apenas citado de passagem pela história. Em nenhum momento também é abordada a sua bissexualidade, nem como acabou se envolvendo com a mãe de seu único filho.

O personagem não gera qualquer tipo de debate, muito menos algum desconforto na parcela mais conservadora dos telespectadores. Sua vida sexual, se existe, acontece em quatro paredes. Excessivamente discreto, Miguel escapa a toda e qualquer polêmica.

Apesar de algumas tramas se repetirem na criação de personagens da comunidade LGBTQ+, com histórias didáticas sobre romances e veto aos beijos, é importante que as novelas tenham representação e promovam reflexão sobre a questão.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Amor de Mãe e de outras novelas!

Últimas de Amor de Mãe


Resumos Semanais

Resumo da novela Amor de Mãe: Capítulo de 21 de março

Sábado, 21/3 (Capítulo 102)
Verena se recusa a voltar para casa com Álvaro. Álvaro conversa com Lucas sobre Verena e Estela. Davi recusa a proposta de Álvaro para fazer as pazes com Benjamim. Raul aconselha Davi a contar para Benjamim ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.50%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.33%